panelarrow

sábado, 3 de setembro de 2011

DESMASCARANDO OS LIVROS DE PAULO COELHO

O escritor e apologista Édino Melo, faz a seguinte crítica aos livros de Paulo Coelho, conhecido escritor brasileiro:

"Em 1986, Paulo Coelho peregrinou pelo Caminho de Santiago, cuja experiência seria descrita em O diário de um mago. No ano seguinte (1988), publicou O Alquimista, que se transformaria no livro brasileiro mais vendido em todos os tempos. Outros títulos incluem: Brida (1990), As Valkirias (1992), Na margem do rio Piedra eu sentei e choreis (1994), O Monte Cinco (1996), O manual do guerreiro da luz (1997), Veronika decide morrer (1998), O demônio e a Srta. Prym (2000), etc.

"Aos magos ou feiticeiros está reservado "o lago que arde com fogo e enxofre, a saber a segunda morte" (Ap. 21:8). Comparando os textos de Atos 8.9-13; e 16.16-18, fica evidente que a magia ou a feitiçaria é encarada pela Igreja de Cristo como manifestação diabólica, passível de ser exorcizada.

"Sobre Deus e Paulo Coelho

"Paulo Coelho possui um conceito esotérico de Deus. A Bíblia diz:

"Deus é espírito (Jo 4.24; 2 Co 3.17); invisível (Cl 1.15);
imoral (1Tm 6.16) ; único (1 Tm 1.7); eterno (Sl 90.2); pessoal (Hb 1.1-3); criador (Gn 1.1); onipotente (Sl 91.1); onipresente (Sl 139.7-10); onisciente (Sl 139.1-4,Mt 10.30); infinito (Ap 23.13); imutável (Tg 1.17); santo (Ap 4.8); justo (Sl 119.137;145.17); amoroso (1Jo 4.16; Jo 3.16).

"Se você não sabe o que fazer com livros sobre magia, leia At 19.19. Basta preciptá-los para o lugar de onde vieram."

(Fonte: Ferramenta - O perigo oculto em livros heréticos,Transcultural Editora,p.30, Campinas - São Paulo - Brasil.)

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens Populares

Arquivo do Blog

Seguidores

Copyright © CETESH.ORG.BR | Powered by Blogger
Layout Feito por Daniel Info.