sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Igreja em casa - O que fazemos numa igreja em casa? 3ª parte

Em virtude deste título ser um dos mais lidos em nosso blog, resolvi postar a terceira parte do estudo acerca da Igreja em casa. O estudo na íntegra é de autoria do escritor Bob Fitts, colaborador do Ministério World MAP. Boa leitura!

"Se você nunca esteve numa reunião de uma igreja em casa, talvez suas primeiras perguntas fossem:'Como seria uma igreja em casa? Será que haveria cânticos? Será que haveria um sermão?
Será que haveria um convite para se receber a Cristo? Haveria batismos e Santa Ceia? E a Escola Dominical? E um culto de oração no meio da semana?'

"É significativo o fato de que nem o apóstolo Paulo nem o Próprio Jesus nos deram instruções específicas na Palavra escrita, com relação ao que deveria ser feito exatamente quando nos congregamos como igreja.

"A palavras de Jesus foram muito simples em Mateus 18.20:" Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles."

"Ele não disse que eles teriam de estar fazendo certas coisas para que Ele pudesse estar no meio deles. Eles simplesmente precisavam estar reunidos.

"O apóstolo Paulo nos deu uma pequena revelação com relação à natureza das reuniões da Igreja Primitiva em 1 Coríntios 14.26: "Que fazer, pois, irmãos? Quando vos reunis, um tem salmo, outro, doutrina, este traz, revelação, aquele, outra língua, e ainda outro, interpretação. Seja tudo feito para edificação."

"As reuniões de igreja naqueles dias não enfatizavam um certo palestrante. Elas eram reuniões abertas, onde cada pessoa deveria contribuir para o benefício de todo o corpo local. O exercício de dons espirituais era estimulado a fim de que todos fossem
abençoados e edificados.

"Não há nenhuma instrução específica dada a nós por Jesus ou Seus apóstolos com relação o que fazermos exatamente em nossas reuniões regulares. No entanto, podemos encontrar no Livro de Atos e nas Epístolas alguns dos elementos essenciais de uma reunião de igreja. O que se segue são algumas das coisas importantes a observarmos ao nos reunirmos:

. Louvor e adoração
. Dons ministeriais proféticos
. Outros dons do Espírito
. Testemunhos
. Ceia
. Avisos
. Orações de um membro pelo outro
. Ensino

"O Espítito Santo o guiará com relação à ordem e quanto tempo deverá ser dado a cada segmento. Às vezes, alguns desses itens não são incluídos, mas, como via de regra, seria bom incluir todos eles.

Louvor e Oração

"Sempre é bom iniciarmos cada reunião com um tempo prolongado de ministério ao Senhor através de cânticos de louvor e adoração. Deve ser permitido um tempo para orações informais no meio da adoração.

"Quando o Espírito Santo começar a Se mover sobre nós enquanto estivermos adorando, é inteiramente apropriado levantarmos nossas orações ao Senhor. Às vezes isso é feito somente entre nós e Deus. Outras vezes, Ele nos dirige a orarmos em voz alta a fim de que os outros possam dizer "AMÉM" às nossas orações.

Os músicos são uma bênção adicional durante o tempo de louvor. Ore para que Deus dê à sua igreja em casa uma forte e habilidosa equipe de louvor. Ainda que isso não seja absolutamente essencial, certamente será um grande impulso para o período de louvor.

"Muitos grupos não terão ninguém que toque um instrumento na hora do louvor. Há várias fitas de louvor poderosas que podem ser usadas como música de fundo, enquanto as pessoas estiverem cantando.

"Não encurte o tempo de louvor. Que todas as outras partes da reunião sejam encurtadas antes mesmo de você considerar a diminuição do tempo de louvor e adoração.

"As igrejas mais vitais e dinâmicas hoje são as que dão muito tempo e atenção ao louvor e à adoração. Haverá ocasiões em que o Espírito Santo o dirigirá a não fazer nada mais além de louvar ao Senhor. Esteja aberto à Sua direção. Todas as coisas fluem da fonte da oração, louvor, e adoração.

Ministério de uns aos Outros Membros

"Agora é um tempo de se compartilhar os dons ministeriais de acordo com 1 Coríntios 14.26: "Que fazer, pois, irmãos? Quando vos reunis, um tem salmo, outro, doutrina, este traz revelação, aquele, outra língua, e ainda outro, interpretação. Seja tudo feito para edificação."

"Numa reunião aberta, o líder dirige e estimula o grupo a compartilhar testemunhos, experiências, pedidos de oração, breve ensinamentos, revelações, relatórios de louvor, e assim por diante.

"Vigie para que algumas pessoas ousadas não dominem o tempo de compartilhamento. Estimule os quietos fazendo perguntas.

"Queremos compartilhar bênçãos financeiras de acordo com 2 Coríntios 9: 6-8:"E isto afirmo: aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará.

"Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; Porque Deus ama a quem dá com alegria.
"Deus pode fazer-vos abundar em toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra."

"A segunda parte do tempo de compartilhamento são as ofertas ao Senhor. Esta é uma parte tão vital de um culto de adoração que ela merece pelo menos um pequeno ensino sobra a "graça das doações" todas as vezes em que nos reunimos.

"Muitos cristãos sinceros caem na escravidão da pobreza porque ainda não compreenderam o princípio espiritual da generosidade. Muitos de nós estamos aprendendo que a nossa maior arma em tempos de problemas financeiros é a nossa generosidade.

"Os nossos membros precisam saber disto e ser fortalecidos na graça de dar. A maioria das ofertas deveriam ser encaminhadas ao sustento de líderes espirituais que dão tempo integral ao pastoreamento, à evangelização, e à implantação de igrejas.

"Uma quantia generosa também deveria ser encaminhada à obra missionária em outras nações. Deus abençoa ricamente a igreja que tem uma visão para o mundo todo, e não somente para a sua própria vizinhança.

Avisos

"Precisamos informar aos nossos membros sobre reuniões especiais, planos para eventos evengelísticos, além de compartilharmos o que Deus está fazendo na cidade, na nação, e ao redor do mundo. Precisamos enfocar a obra do Senhor numa escala maior do que somente na nossa pequena congregação.

"Somos cristãos com visão mundial, Jesus disse: "Levantai os vossos olhos e vede os campos..." (Jo 4.35.)
Somos apenas uma pequena parte do quadro maior. Vamos manter nosso coração, nossos olhos e as nossas orações, no mundo, enquanto procuramos fazer a nossa parte na implantação do Reino de Deus na terra.

Ceia - 1 Coríntios 11: 20-34

"Esse é também um tempo de ensino. Antes da participação com o pão e com o cálice, permita que alguém explique bem resumidamente algum aspecto do significado da Ceia. Em seguida, permita que os irmãos e irmães participem do corpo e do sangue do nosso Senhor com compreensão e fé. Esse pode ser um tempo muito poderoso. É uma boa ocasião para se fazer um convite aos incrédulos presentes para receberem a Cristo como seu Senhor. Dirija-os numa oração para que O recebam antes de você servir o pão e o cálice.

"Muitas pessoas estão prontas para receberem Jesus. Dê uma breve explicação do Evangelho e dirija a congregação numa oração de recebimento de Cristo. muitos são levados a Cristo desta maneira.

"Os que receberam a Cristo como Salvador devem receber o batismo nas águas imidiatamente. O exemplo da Igreja Primitiva no Livro de Atos era sempre o de batizar os novos convertidos no mesmo dia em que recebiam a Jesus.

Ministério

"Estejam abertos para ministrarem uns a os outros através da imposição de mãos, da oração pelos enfermos, do ministério profético, da oração para o recebimento do batismo no Espírito Santo, e assim por diante.

"Permitam que todos os dons do Espírito possam fluir livremente para a edificação de todos, de acordo com 1 Coríntios 14.

Ensino

"Alguém deveria trazer um pequeno ensino da Palavra de Deus. Normalmente isto não é um "sermão" longo. Devido ao formato de igreja aberta, o Espírito Santo ensina a todos através das pessoas que participam.

"Através dos séculos, a duração do "sermão" ou ensino aumentou cada vez mais até quase excluir a participação do grupo. Isso deu origem a um tipo de culto voltado a espectadores, em que uma pessoa usa os dons, enquanto que as demais observam, ouvem, e recebem.

"O culto deveria ser dirigido pelo pastor, mas não centralizado no pastor. Quanto mais o pastor/líder envolver os membros da igreja, tanto mais eficaz será a reunião. Isso resultará em pastores e líderes treinados e abrirá o caminho à geração de mais igrejas em casas.

"O que foi citado acima é um formato sugerido para uma reunião de igreja em casa. O Espírito Santo dirigirá todos os detalhes em cada reunião. Não faça dela um programa. O Espírito Santo poderá dirigi-lo a agir diferentemente. Ele nos deu a liberdade de enfatizarmos várias coisas em ocasiões diferentes.

"Os elementos importantes de qualquer igreja são o louvor, a adoração, a oração, o compartilhamento, as informações, o ensino da Palavra de Deus, o estímulo á liberação dos dons espirituais, a graça de dar, o batismo nas águas, o batismo no Espírito Santo, a Santa Ceia, a evangelização, e o ministério pessoal de um membro ao outro.

"Essas são algumas das coisas sobre as quais Jesus estava falando, ao dizer: "ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século"(Mt 28:20)."

Fonte: Revista Atos - Abril/Maio/Junho/2002 - Bob Fitts)

No serviço do Mestre, Pastor Sandro Gomes.
E-Mail: prsandrogomes@ig.com.br / Twitty:@sandrogomes8

Irã: Pastor poder ser sentenciado a morte por não negar a sua fé

“Agrada-te, Senhor, em libertar-me; Apressa-te, Senhor, a ajudar-me. Sejam humilhados e frustrados todos os que procuram tirar-me a vida." Salmo 40:13,14A

Pastor Yousef Nadarkhani pode ser sentenciado a morte
Poucos dias depois que o Irã libertou dois norte-americanos acusados de espionagem no país, um tribunal iraniano confirmou a acusação de apostasia contra o pastor Yousef Nadarkhani e o sentenciou à morte.

O tribunal da província de Gilan determinou que o pastor Nadarkhani devia negar sua fé em Jesus Cristo, pois ele vêm de uma família de ascendência islâmica. O Supremo Tribunal do Irã disse anteriormente que não deveriam determinar se o pastor Yousef tinha sido muçulmano ou não em sua conversão

No entanto, os juízes exigiram que ele se retratasse de sua fé em Cristo antes mesmo de terem provas contra ele. Os juízes afirmaram que, embora o julgamento vá contra as atuais leis iranianas e internacionais, eles precisam manter a decisão do Tribunal Supremo em Qom.

Quando pediram a ele para que se “arrependesse” diante dos juízes, Yousef disse: “Arrependimento significar voltar. Eu devo voltar para o quê? Para a blasfêmia que vivia antes de conhecer a Cristo?” Os juízes responderam: “você deve voltar para a religião dos seus antepassados, deve voltar ao Islã”. Yousef ouviu e respondeu: “Eu não posso fazer isso.”

Família
O pastor Yousef conseguiu ver seus filhos pela primeira vez desde março. Ele estava de bom humor e falava de sua enorme vontade de servir a Igreja depois que fosse libertado da prisão.

O pastor Yousef enfrentará duas “audiências’ adicionais hoje (27) e amanhã (28 de setembro) com o propósito principal de o fazerem negar sua fé cristã. Os advogados do pastor Yousef tentarão apelar para que revejam a sentença, mas se o tribunal agir segundo sua própria interpretação da Sharia (lei islâmica), Yousef pode ser executado amanhã.

Tecnicamente, não há mais direitos para recursos e sob a interpretação da lei da Sharia, o pastor Yousef tinha direito a três chances de se retratar. Amanhã será sua última chance de se retratar. Depois, ele poderá ser executado a qualquer momento.

Ore pelo pastor Yousef Nadarkhani, para que Deus o proteja e o livre da sentença de morte e possa ser liberto da prisão. Envolva mais pessoas para, juntos, intercedermos pelo nosso irmão.

Fonte: Site da Missão Portas Abertas
Divulgação: Blog Zenóbio Fonseca

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Alerta de Peter LaBarbera - O maior ativista contra o avanço da agenda gay norte-americana


Especialista alerta sobre agenda gay
Ativismo GLBT
Oziel Alves

O impasse sobre a aprovação dos dois projetos de lei que prometem criminalizar a homofobia no Brasil – o PL6418 e o PLC122, largamente explanados na reportagem “Querem nos calar”, publicada na edição de outubro/2007 de Enfoque – passaram a virada do ano repousando no Congresso Nacional como lava dentro de um vulcão prestes a entrar em erupção. Retomadas as atividades parlamentares na Câmara e no Senado, o assunto volta à mesa de negociações.

Enquanto isso, o povo evangélico se divide em dois grupos distintos. Aqueles que lutam contra os avanços da agenda gay e aqueles que apenas assistem ao resultado desta efervescente discussão, dispensando qualquer ação efetiva por julgarem alarmismo toda esta mobilização. Mas, afinal, haverá de fato uma mordaça gay? Os cristãos correm riscos de terem sua liberdade de expressão cerceada? Qual o futuro da causa homossexual no Brasil e no mundo?

Para esclarecer essas dúvidas e estabelecer um panorama do movimento gayzista brasileiro, que é diretamente influenciado pelas conquistas norte-americanas, Enfoque entrevistou o cientista político Peter LaBarbera, 45, especialista em questões ligadas aos movimentos de desconstrução social. LaBarbera também é presidente-fundador da associação Americans for Truth About Homossexuality (Americanos pela Verdade sobre a Homossexualidade), uma organização não-governamental criada em 1996 que, alicerçada nos princípios contidos na Bíblia, tenta expor e conter o avanço da agenda homossexual na América do Norte. Usamos a expressão “tenta” porque a AFTAH é apenas uma pequena organização cristã diante das gigantescas ONGs pró-homossexualismo que recebem verbas de até 30 milhões de dólares para militar em prol dos direitos que visam indiretamente criminalizar o posicionamento cristão com relação à prática homossexual.

LaBarbera é considerado o maior ativista em oposição à militância gay nos Estados Unidos. Ex-repórter do Jornal Washington Post e ex-editor do jornal Human Events, há 18 anos deixou a carreira jornalística para se dedicar ao ativismo pró-vida e pró-família. Trabalhou como diretor executivo do Illinois Family Institute, foi analista de estudos culturais do Family Research Council, e também editor/escritor da CWA (Concerned Women of America) uma organização feminina com mais de 400 mil associadas que visa restabelecer os alicerces da família tradicional através dos princípios bíblicos.

Na mídia impressa, os maiores jornais e agências de comunicação do mundo (The New York Times, Los Angeles Times, Wall Street Journal, Washington Post, Associated Press, Reuters, Chicago Tribune, entre outros) costumam destacá-lo como especialista em questões homossexuais.

Mesmo sendo alguém que rejeita a hipótese do nascimento gay e que trata o homossexualismo como uma orientação sexual pecaminosa, cujos adeptos – acredita ele – podem ser libertados, LaBarbera não se enquadra na caricatura de homofóbico zangado, ainda que alguns ativistas o descrevam assim. Ele debate com civilidade e respeito, embora diante de acusações absurdas como as que freqüentemente ouve, do tipo “Você é um homossexual reprimido!”.

Nesta entrevista exclusiva à Enfoque, ele fala sobre as tentativas de criminalização do cristianismo no mundo, dos perigos do casamento entre pessoas do mesmo sexo e da importância da igreja em combater veementemente a glamorização da cultura homossexual que se propaga pela mídia, em escolas e universidades, afetando crianças e jovens adolescentes.


ENFOQUE – Como você classifica a agenda gay no mundo? Está se tornando mais forte do que a Igreja?

LABARBERA – A agenda gay, atualmente conhecida como GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros), é basicamente tudo o que promove a aceitação do homossexualismo em qualquer uma de suas quatro categorias (confusão de sexos) diante da sociedade e da lei. Isso inclui a defesa da união matrimonial entre pessoas do mesmo sexo, adoção de crianças por parte de casais homossexuais, lançamento de programas educacionais pró-homossexualismo nas escolas, assim como leis que, visando combater os crimes de ódio, serão utilizadas para restringir a liberdade de expressão dos que se opõem à homossexualidade e à orientação sexual ilícita.

São leis de combate à discriminação que erroneamente criam “direitos civis” e “direitos humanos” baseados na imoralidade, no comportamento homossexual destrutivo; leis que trazem aceitação para a idéia radical de que homens podem mudar seus sexos – dados por Deus –, tornando-se mulheres e vice-versa. Além disso, busca-se a mudança de preceitos militares para que haja a aceitação de homossexuais nas Forças Armadas; a imposição de portarias que forçam os cristãos e aqueles que se posicionam contra o homossexualismo a ouvirem palestras pró-gay em seus trabalhos; e a luta de teólogos simpatizantes à causa que desejam reescrever a Bíblia na tentativa de retificar as passagens que consideram a prática homossexual ato pecaminoso. São esforços que se unem para negar a verdade de que Deus pode ajudar homossexuais a mudar suas orientações, já que eles não nascem dessa forma.

ENFOQUE – Na sua opinião, o povo cristão conseguirá resultados contra os avanços da militância gay, considerando que esta recebe subsídios de fundações multimilionárias? Você não sente que às vezes a nossa cruzada parece em vão e que deveríamos apenas nos limitar a pregar o Evangelho?

LABARBERA – Eu não sei. Nós perdemos a batalha contra a legalização do aborto nos Estados Unidos, mas agora o Pró-Vida vive um grande momento, por isso as coisas podem mudar. A Bíblia diz que dias difíceis aguardam a humanidade, ao passo que o mundo, da maneira como o conhecemos, aproxima-se do fim. No entanto, ela também nos diz para não tentar prever o retorno de Jesus. Alguns cristãos optam por abandonar as guerras culturais, pois eles presumem que isso tudo se trata apenas de sinais do fim dos tempos.

Imagine como os cristãos devem ter se sentido na Alemanha quando Hitler começou sua expansão genocida contra os judeus e outros povos! Foi errado os cristãos tornarem-se alheios aos acontecimentos políticos e culturais – isso teve conseqüências devastadoras – por isso considero igualmente errado fazer isso hoje. Cristãos que vivem em sociedades democráticas têm obrigação de estar a par de todos os acontecimentos. Muito me entristece ver o povo cristão alheio às políticas públicas em sociedades democráticas, enquanto ativistas trabalham sem trégua para alcançar seus objetivos destrutivos. Democracias de qualidade necessitam de cidadãos bons e informados; aqueles que se envolvem com os problemas locais são de alguma forma recompensados. O problema é que nos Estados Unidos a esquerda é superenvolvida no meio político, enquanto que dezenas de milhões de evangélicos e cristãos que acreditam na Bíblia não estão envolvidos de nenhuma forma.

Eu não acho que os cristãos precisam fazer uma escolha entre se engajar no meio político e serem fiéis praticantes do Evangelho. Você pode fazer as duas coisas. Certamente, precisamos de reavivamento espiritual para conseguirmos promover mudanças em países como o Brasil, os Estados Unidos ou outra nação – e nós estamos testemunhando nos Estados Unidos a profunda crise moral que ocorre quando um povo deixa Deus para trás. Mas no que diz respeito à política pública, se os verdadeiros cristãos não se opuserem à legislação homossexual opressiva, que ajuda a solidificar a aceitação do comportamento imoral, então quem o fará?

ENFOQUE – Em breve o mundo conhecerá o novo presidente dos Estados Unidos. Sabemos que as decisões tomadas por essa nação têm grande impacto nas iniciativas de muitos outros países, como o Brasil, por exemplo. Diante deste cenário, que conseqüências devem afetar o mundo nos próximos anos?

LABARBERA – Se um democrata for eleito em novembro, certamente leis e portarias serão aprovadas em favor dessa causa. A “criminalização do cristianismo” evoluirá nos Estados Unidos. Isso ajudará a difundir a causa pelo mundo. Se um republicano (John McCain) for eleito, as coisas provavelmente continuarão da mesma maneira que estão atualmente, com Bush no comando. Mesmo assim, não podemos afirmar se McCain será mais aberto do que Bush às questões da legislação pró-homossexualismo. Nos últimos dias da administração de Bush, parece que a Casa Branca está se tornando mais branda em relação aos direitos dos homossexuais.

ENFOQUE – Alguns grupos gays como o NAMBLA já lutam em prol da legalização de relações homossexuais entre homens e meninos, menores de 18 anos. Você acha que a conquista de liberdade sexual entre adultos e crianças será o futuro da agenda gay ou isso nunca irá acontecer?

LABARBERA – A NAMBLA (Associação Norte-Americana do Amor entre Homens e Meninos) é apenas um pequeno grupo que costuma participar de paradas gays aqui, mas agora é denunciada pelas demais entidades homossexuais. Afinal, eles sabem que associar-se a organizações que defendem abertamente a pedofilia é um ato deletério para a causa em si. No entanto, os ativistas homossexuais estão trabalhando para diminuir a idade de consentimento para o sexo entre iguais, fato este que de certa forma vai ao encontro de um dos objetivos da NAMBLA, pois tornará a prática legal para adolescentes que praticam a sodomia. A realidade alarmante é que muitos jovens hoje morrem de Aids após serem infectados por homossexuais mais velhos.

ENFOQUE – Recentemente, diversos escândalos envolvendo pastores renomados da sociedade americana vieram à tona. Um deles foi o caso de Ted Haggard, ferrenho oposicionista da causa homossexual, na época presidente da Associação dos Evangélicos dos Estados Unidos e conselheiro pessoal do presidente Bush. Foi descoberto que há três anos ele mantinha relações homossexuais com um garoto de programa. Um outro caso foi o do pastor Jeff Devore, preso por ter distribuído pornografia infantil. Que efeitos esses constantes escândalos estão causando na luta do povo cristão contra a agenda gay nos Estados Unidos?

LABARBERA – Os escândalos sexuais obviamente diminuíram o respeito pela igreja cristã nos Estados Unidos. Não há nada que a mídia e a esquerda gostem mais do que sinais de hipocrisia na igreja. No entanto, eu considero que as três grandes ameaças, no que diz respeito à homossexualidade e à igreja, são: a resistência contínua de muitos pastores e igrejas de se envolverem em questões políticas e culturais, ou seja, utilizar-se desses recursos para a defesa da moral bíblica; crescimento de movimentos ateístas no país; desenvolvimento do chamado evangelismo de esquerda. Líderes como Tony Campolo e Jim Wallis, por exemplo, que defendem publicamente a criação de leis que favoreçam os homossexuais em nome da justiça cristã.

ENFOQUE – Em algumas regiões dos Estados Unidos, o casamento homossexual e a adoção de crianças por casais gays já são legalmente possíveis. Como as igrejas evangélicas localizadas nessas regiões têm lidado com esta situação?

LABARBERA – Eu não creio que tais igrejas estejam conseguindo ser efetivas em relação a essas questões, com algumas poucas exceções. Algumas, por exemplo, têm conseguido auxiliar na aprovação de emendas que ratifiquem apenas a união entre homens e mulheres. Entretanto, em alguns estados onde a causa homossexual é mais consistente, a igreja não parece ter voz ativa, e sua influência junto à população não é significante ao ponto de modificar opiniões a respeito desse tópico. É uma pena, pois os homens cristãos deveriam estar sempre em posição de liderança na batalha do bem contra o mal. Quando cristãos se abstêm dessa condição ou quando as ideologias cristãs são substituídas por teologias liberais, as conseqüências são nefastas.

ENFOQUE – Já existe alguma igreja nos Estados Unidos que tenha sido obrigada a celebrar um casamento gay?

LABARBERA – Não. Felizmente isso ainda não aconteceu nos Estados Unidos, mas em um futuro próximo tenho certeza que haverá processos contra igrejas que se recusarem a fazê-lo. Afinal, os falsos liberais associam a oposição à homossexualidade ao ódio e ao racismo, e isso é proibido em nossa Constituição.

ENFOQUE – Você acredita que no futuro a liberação homossexual possa determinar o fim da liberdade religiosa?

LABARBERA – Eu realmente espero que não. No Canadá, nota-se uma oposição pública à mesma, já que em dada ocasião os tribunais de direitos humanos dos homossexuais, ligados à situação, excederam-se ao perseguir cristãos que se opuseram de maneira pacífica à liberdade homossexual. Como conseqüência, alguns segmentos da mídia reprovaram essa atitude e chegaram a sugerir que esses tribunais fossem fechados. O fato é que os “direitos” dos homossexuais e a fundada crença dos cristãos nas verdades da Bíblia são incompatíveis.

ENFOQUE – Que resultados podemos esperar do movimento Pró-vida, organizado pela VINACC (Visão Nacional para a Consciência Cristã) aqui no Brasil?

LABARBERA – Minha esperança é que os membros da VINACC sejam bravos e capazes de propagar a verdade de Deus junto à população, não permitindo que o governo seja convencido de que deve apoiar a missão dos homossexuais como sendo um fundamento dos “direitos humanos”. Afinal, não é possível admitir que os “direitos humanos” sejam baseados em perversões sexuais e comportamentos pecaminosos que podem perfeitamente ser modificados. Eu torço para que a VINACC seja bem-sucedida em sua missão de fundar ministérios “ex-gays” por todo o Brasil, onde as pessoas que lutam contra esses desejos impuros possam se encontrar e receber auxílio na busca pela cura. Assim, a sociedade saberá que ninguém precisa ser gay se não quiser. Como exemplo, podemos citar o ex-gay Stephen Bennet, que criou seu próprio site – www.sbministries.org.

Eu ainda espero que através de conferências da VINACC, as pessoas possam realmente agir em favor de nossa causa pela verdade, não permitindo que o agressivo movimento homossexual tenha sucesso em aprovar leis e emendas que os beneficiem. Se os verdadeiros cristãos brasileiros não agirem agora na defesa de sua liberdade, seu direito de defesa da moralidade histórica que a Bíblia prega certamente também estará comprometido.

ENFOQUE – Existe alguma conseqüência política para a Igreja como um todo se considerarmos o progresso dos movimentos homossexuais no Brasil e nos Estados Unidos?

LABARBERA – Sim, haja vista que eles simplesmente odeiam a Igreja em função de ela ser defensora dos preceitos bíblicos – que desaprovam comportamentos homossexuais – e de afirmar ser possível a “cura” desses indivíduos através da palavra de Jesus. Essa é a razão pela qual teólogos homossexuais especializados em revisão de textos estão se empenhando tanto para modificar os versículos que discorrem sobre a homossexualidade. Eles chegam ao ponto de inventar mentiras absurdas, como a de que Davi e Jônatas eram amantes.

Eis um bom site que refuta os absurdos propostos pela teologia homossexual – www.robgagnon.net. Todos os cristãos devem unir-se em nome de Deus contra a infundada causa homossexual.

ENFOQUE – Um dos aspectos políticos adotados pela Americans For Truth About Homossexuality é não se envolver em nenhuma campanha política apoiando candidatos. Em relação ao futuro presidente dos Estados Unidos, a AFTAH apóia algum candidato?

LABARBERA – Por ser uma organização sem fins lucrativos e isenta de impostos, a AFTAH é proibida pela Constituição de se envolver nas campanhas políticas presidenciais. Eu fundei o site Republicans For Family Values (www.rffv.org), onde eu posso me manifestar em relação a essa questão e expor o quão radicais os candidatos democratas são, na verdade. Barak Obama e Hilary Clinton são extremamente radicais no que concerne à homossexualidade e ao aborto, defendendo-os incondicionalmente. No entanto, a maioria da população desconhece esses aspectos, pois eles não são veiculados na mídia.

ENFOQUE – No caso específico do Brasil, se os projetos de lei forem aprovados em favor da causa homossexual, que tipo de conselho você daria aos pastores e à Igreja?

LABARBERA – Antes de tudo, IMPLORO à liderança brasileira para que se envolva imediatamente em nossa luta a fim de evitar que isso aconteça. Esse é o segredo, pois depois de as leis serem aprovadas, torna-se muito difícil revogá-las. A Igreja precisa conscientizar seus fiéis das conseqüências nocivas da aprovação de leis pró-homossexualismo, pois elas consideram nosso direito de lutar em nome de Deus como crime. Veja o que aconteceu em países como Canadá, Suécia e Inglaterra: pastores foram presos por se oporem ao homossexualismo durante os cultos.

Pregar contra a homossexualidade em nome de Deus nunca deveria ser considerado um ato criminoso. Essas leis serviriam como trampolim para que os casamentos homossexuais fossem aprovados, tornando árdua a tarefa de empregadores de coibir comportamentos depravados de seus funcionários, pois estariam assim infringindo uma lei. Quanto a coibir atos violentos contra os homossexuais, isso é serviço da polícia, que tem plena capacidade de fazê-lo. Não há a menor necessidade de o governo criar leis e programas que protejam os homossexuais e busquem tratá-los como iguais na sociedade. Assim como não se faz necessário implantar programas curriculares nas escolas que incentivem a aceitação do homossexualismo como sendo algo absolutamente normal.

ENFOQUE – Em países onde o movimento homossexual já alcançou seus objetivos, como a Espanha, por exemplo, já é possível apontar alguma conseqüência para a Igreja e para a sociedade?

LABARBERA – Com certeza. Na Inglaterra um pastor foi preso apenas por distribuir panfletos cristãos durante um evento homossexual. Ele era apenas um servidor de Deus em ação, que foi punido por infringir as leis “contra a homofobia” naquele país. Essa palavra “homofobia” é relativamente nova na nossa língua, sendo utilizada para intimidar aqueles que se opõem ao homossexualismo.

Entretanto, eu não me sinto de forma alguma intimidado pelos homossexuais, pois apenas sigo as determinações de Deus através da Bíblia. No Canadá, muitos cristãos tiveram que gastar grandes somas de dinheiro para se defenderem na justiça de acusações de discriminação e violação dos direitos humanos. Nos Estados Unidos, a perseguição também é crescente. Na Filadélfia, muitos cristãos foram presos e ameaçados com graves sanções penais somente por terem lido o Evangelho em um festival gay. Meu grande amigo Matt Barber foi despedido de sua empresa Allstate Insurance Corporation só por ter escrito um artigo na internet que criticava o casamento gay. Liberdades baseadas na religião e na moralidade não podem coexistir com leis que favoreçam o homossexualismo. Uma das duas deve prevalecer. No entanto, os homossexuais afirmam que o estilo de vida é mais importante do que a liberdade religiosa tradicional.

ENFOQUE – Alguns ativistas pró-família no Brasil são radicais ao ponto de considerar a escola uma zona de prostituição em potencial. Com isso, grande parte deles defende o ensino caseiro, o famoso home school americano, proibido no Brasil. Você apóia esta idéia?

LABARBERA – Eu e minha esposa estamos educando em casa um de nossos filhos e eu já vejo uma grande vantagem nisso, pois os pais determinam o que deve ser ensinado às crianças. Aqui nos Estados Unidos, as orações diárias e as aulas de ensino religioso com ênfase na adoração a Deus já não fazem mais parte do cotidiano das crianças, mesmo em nosso país, que ainda é a nação com o maior número de cristãos do mundo. Muito me entristece constatar o quanto regredimos nesse aspecto. Isso se deve à perda de qualidade no ensino público e às estratégias sociais e ideológicas usadas para promover a imoralidade sexual e a chamada evolução radical.

Eu torço muito para que as escolas públicas brasileiras não sigam esse caminho. Nós temos testemunhado uma expansão considerável da aceitação do homossexualismo nas escolas. Isso começou nas universidades, expandiu-se para as escolas de ensino médio e já se faz presente em escolas de ensino fundamental e até mesmo nos jardins de infância! Tudo com base na ideologia de que uma família composta por membros do mesmo sexo é absolutamente normal.

The Gay, Lesbian, Straight Education Network é um grupo que promove a homossexualidade, bissexualidade e transexualidade nas escolas através do uso de várias táticas, tais como: inclusão de matérias pró-homossexualismo no programa curricular, criação de grêmios estudantis voltados aos homossexuais e treinamento do corpo docente com o objetivo de ser favorável a essa causa. O resultado é uma verdadeira lavagem cerebral, pois os alunos são expostos às opiniões de apenas um dos lados.

ENFOQUE – Para finalizar, que mensagem você gostaria de deixar ao povo cristão brasileiro?

LABARBERA – Vocês não devem se intimidar diante da ofensiva ateísta e imoral proposta pelos homossexuais, que nada mais é do que a vanguarda da coerção dos direitos cristãos. Deus é o mesmo “ontem, hoje e sempre”. Ele não mudou sua opinião a respeito do homossexualismo, pois o considera tão deletério à sociedade como o era há 4.000 anos atrás. Contudo, a bondade de Jesus é infinita e Ele está disposto a perdoar aqueles que nesse pecado se consomem. Devemos informar a população que as pessoas que incidem nesse grave erro ainda têm salvação através do honesto arrependimento e da comunhão com Deus.

Conquanto a humanidade esteja cada vez mais decadente, cabe a nós, cristãos de fé, tentar salvar essa nova geração tão confusa e superficial. Não devemos jamais temer nenhum ser humano em sua luta pela verdade, pois a verdade somente a Deus pertence, e aqueles que lutam ao seu lado serão recompensados. Assim como torço para que os brasileiros não cometam os mesmos erros que os americanos estão cometendo. Peço que torçam pelo nosso povo em nossa dura empreitada. Obrigado!

Fonte:www.revistaenfoque.com.br /Abril,2008 - Por Oziel Alves

terça-feira, 27 de setembro de 2011

BRASIL, MUDA A TUA CARA!!! - Reflexão

Em 2009, o Brasil segundo dados da Transparência Brasil, que é uma organização não-governamental ,encontrava-se no 75º lugar no ranking de países mais corruptos. Diante desse índice tão evidente, chega-se à conclusão de que é preciso diminuir de forma significativa a corrupção, para que tenhamos mais transparência e condições de investir realmente na saúde, na educação e no saneamento básico. Podemos ainda afirmar que a grandeza de um país não está na extensão de seu território, mas na grandeza de seu caráter.

A seguir, apresento uma reflexão que um aluno passou-me em aula , enquanto abordávamos aspectos relacionados com o caráter e a reputação:

"Tá Reclamando do Lula? do Serra? da Dilma? do Arruda? do Sarney? do Collor? do Renan? do Palocci? do Delubio? Da Roseanne Sarney?
Dos políticos distritais de Brasilia? do Jucá? do Kassab? ...

Brasileiro reclama de quê???

O Brasileiro é assim:


A- Coloca nome em trabalho que não fez.



B- Coloca nome de colega que faltou em lista de presença.



C- Paga para alguém fazer seus trabalhos.



1. - Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.



2. - Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.



3. - Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.



4. - Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, e até dentadura.



5. - Fala no celular enquanto dirige.



6. - Usa o telefone da empresa onde trabalha para ligar para o celular dos amigos (me dá um toque que eu retorno...) - assim o amigo não gasta nada.



7. - Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.



8. - Para em filas duplas, triplas, em frente às escolas.



9. - Viola a lei do silêncio.



10. - Dirige após consumir bebida alcoólica.



11. - Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.

12. - Espalha churrasqueira, mesas, nas calçadas.



13. - Pega atestado médico sem estar doente, só para faltar ao trabalho.



14. - Faz "gato " de luz, de água e de tv a cabo.



15. - Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.



16. - Compra recibo para abater na declaração de renda para pagar menos imposto.



17. - Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.



18. - Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10, pede nota fiscal de 20.



19. - Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.



20. - Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.



21.. - Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se

fosse pouco rodado.



22. - Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata.



23. - Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.



24. - Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.



25. - Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.



26. - Frequenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.



27. - Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos, como clipes, envelopes, canetas, lápis... como se isso não fosse roubo.



28. - Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.



29. - Falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado.



30. - Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.



31. - Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.

E quer que os políticos sejam honestos....


Escandaliza-se com o mensalão, o dinheiro na cueca, a farra das passagens aéreas...



Esses políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo, ou não?



Brasileiro reclama de quê, afinal?


E é a mais pura verdade, isso que é o pior! Então sugiro adotarmos uma mudança de comportamento, começando por nós mesmos, onde for necessário!


Vamos dar o bom exemplo!





Espalhe essa ideia!"

"Fala-se tanto da necessidade deixar um planeta melhor para os nossos filhos e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores (educados, honestos, dignos, éticos, responsáveis) para o nosso planeta, através dos nossos exemplos..."

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

ABORTO POR RAZÕES EUGÊNICAS - "Mataram" Beethoven!

O ilustre comentarista de Líções Bíblicas, editadas pela CPAD, pastor Elinaldo Renovato, aborda com clareza o tema em foco citado acima:

"É aborto por eugenia, isto é, para evitar o nascimento de crianças deformadas ou retardadas. Nós cristãos, segundo os princípios bíblicos, não acatamos tal conceitução, puramente humanista. Pessoas retardadas ou deformadas, ao nascerem, têm personalidade e características verdadeiramente humanas. E, por conseguinte, têm direito à vida. Abortá-las é assassinato. A Bíblia diz: "...e não matarás o inocente..." (Êx 23.7).

"Mataram" Beethoven! Já é conhecido um texto em que um professor, desejando montrar aos alunos como é falha a lógica humana, propõe o seguinte caso: "Baseados nas circunstâncias que mencionarei a seguir, que conselho dariam a uma certa senhora, grávida do quinto filho? O marido sofre de sífilis; ela, de tuberculose. Ela está pensando seriamente em abortar a quinta gravidez. Que caminho vocês lhe aconselhariam?" Os alunos pensaram e, diante das circunstãncias, sugeriram que o aborto seria aconselhável para que não nascesse mais um filho defeituoso. O professor, então, lhe respondeu: "Se vocês disseram sim à ideia do aborto, acabaram de matar o grande compositor Ludwig van Beethoven".

Fonte: Lições bíblicas - Jovens e Adultos - 3º trimestre de 2002 p.29 - CPAD.

No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes

domingo, 25 de setembro de 2011

CHEQUE DEVOLVIDO! O VALOR DO PERDÃO - Reflexão

Era uma vez um rapaz que ia muito mal na escola.
Suas notas e o seu comportamento eram uma decepção para seus pais que, como bons pais, sonhavam em vê-lo formado e bem sucedido. Um belo dia, o bom pai lhe propôs um acordo: "Se você, meu filho, mudar o comportamento, se dedicar aos estudos , e conseguir ser aprovado no vestibular para a Faculdade de Medicina, dar-lhe-ei então um carro de presente".
Por causa da promessa do pai, o rapaz mudou da água para o vinho, pois o sonho dele era ter seu próprio carro.
Então o rapaz passou a estudar como nunca e a ter um comportamento exemplar.
O pai estava feliz, mas tinha uma preocupação: sabia que o filho não era fruto de uma conversão sincera, mas apenas do interesse em obter o automóvel. Isso era mal!
O rapaz prosseguia os seus estudos e aguardava o resultado de seus esforços. Assim, o grande dia chegou! Fora aprovado para o curso de medicina.
Como havia prometido, o pai convidou a família e o s amigos para uma festa de comemoração. O rapaz tinha por certo que na festa o pai lhe daria o automóvel. Quando pediu a palavra, o pai elogiou o resultado obtido pelo filho e passou-lhe às mãos uma caixa de presente. Crendo que ali estavam as chaves do carro, o rapaz abriu emocionado o pacote. Para sua surpresa, o presente era uma Bíblia. O rapaz ficou visivelmente decepcionado e nada disse, deixando discretamente o presente de lado.
A partir daquele dia, silêncio e distância separavam pai e filho.
O jovem se sentia traido e passou a lutar por sua independência. Deixou a casa dos pais e foi morar no Campus da Universidade. Raramente mandava notícias à família. O tempo passou, ele se formou, conseguiu um emprego em um bom hospital, adquiriu tudo o que mais desejava, inclusive um carro esporte, e se esqueceu completamente do pai.
Todas as tentativas do pai para reatar os laços foram em vão.
Até que o velho, muito triste com a situação adoeceu e não insistia... Faleceu.
No enterro, a mãe entregou ao filho, indiferente, a Bíblia que tinha sido o último presente do pai e que havia sido deixada para trás.
De volta à sua casa, o rapaz, que nunca perdoara o pai, quando colocou o livro numa estante, notou que havia um envelope dentro dele. Ao abri-lo, encontrou uma carta e cheque. A carta dizia: "Meu querido filho, sei o quanto você deseja ter um carro. Eu prometi e aqui está o cheque para você, escolha aquele que mais lhe agradar. No entando, fiz questão a fazer o bem, não pelo prazer da recompensa, mas pela gratidão e pelo dever de consciência". Corroído pelos remorso, o filho caiu em profundo pranto...

Como é triste a vida dos que não sabem perdoar!!! Isto leva a erros terríveis e a um fim ainda pior. Antes que seja tarde, perdoe aquele a quem pensa que lhe fez algum mal.Talves se olhares com cuidado, verá que há também "um cheque escondido" em todas as adversidades da vida.

Obs.: Amigo leitor, peço por gentileza que deixe o seu comentário sobre a reflexão citada acima. Desde já, muito obrigado. No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes.

Citação Bíblica da Semana

"The Lord is my light and my salvation - whom shall I fear? The Lord is the stronghold of my life - of whom shall I be afraid? Salmo 27.1 - NVI

"O Senhor é a minha luz e a minha salvação;de quem terei temor? O Senhor é o meu forte refúgio; de quem terei medo? Psalm 27.1 - New International Version

twitter: @sandrogomes8

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

AS TRÊS PENEIRAS DE SÓCRATES - Reflexão

Um rapaz procurou Sócrates e lhe disse que precisava contar algo sobre alguém. Sócrates ergueu os olhos do livro que lia e perguntou:
- O que você vai contar já passou pelas três peneiras?
- Três peneiras?
- Sim. A primeira é a verdade. O que você quer contar dos outros é um fato? Caso tenha ouvido falar, a coisa deve morrer por aí mesmo. Suponhamos que seja verdade. Deve antes passar pela segunda peneira: a bondade. O que você vai contar é coisa boa? Ajuda a construir a fama do próximo? Se o que você quer contar é verdade, e coisa boa, deverá ainda passar pela terceira peneira: a necessidade. Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda alguém? Melhora alguma coisa?
E arrematou Sócrates:

- Se passar pelas três peneiras, conte! Tanto eu quanto você e os outros iremos nos beneficiar. Caso contrário, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e fomentar a discórdia entre irmãos, amigos e colegas. Devemos ser sempre a estação terminal de qualquer comentário infeliz.

"Os sábios escondem a sabedoria, mas a boca do tolo é uma destruição." Prov. 10.14

Obs.: Amigo leitor, peço por gentileza que deixe o seu comentário sobre a reflexão citada acima. Desde já, muito obrigado. No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Rock in Rio

Em sua décima edição no mundo e a quarta no Brasil, sexta-feira oficialmente começa o Rock in Rio. Espero que o índice de consumo de drogas seja bem menor do que nas edições anteriores. Não podemos esquecer de que as drogam matam mesmo! Elvis Presley, considerado o Rei do Rock foi vítima deste veneno mortal. Recentemente o mundo ficou estarrecido com a morte da cantora Amy Winehouse, vítima também das drogas. Sabe-se que seis semanas antes de Elvis morrer, um jornalista o entrevistou e perguntou-lhe: Elvis, quando você começou revelou que queria três coisas: ser rico, famoso e feliz. Elvis, você é feliz? A resposta do famoso músico e ator foi impactante: "Sou tão solitário como o inferno." O meu desejo é que os participantes do atual Rock in Rio desfrutem da verdadeira paz que Presley vivenciou em sua adolescência antes de se afastar do caminho da Paz que é o Senhor Jesus. É importante ressaltar que Elvis era membro da Assembléia de Deus antes de trocar a Bíblia pela guitarra. A verdadeira paz não está na ONU, Rock in Rio, Carnaval, Capitalismo e/ou no Socialismo, mas no Príncipe da Paz - Jesus Cristo - aquele que declarou:

"Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se pertube o seu coração, nem tenham medo." (João 14.27) - NVI

A seguir, apresento uma crítica extraída de um folheto evangelístico de minha autoria, acerca de alguns resultados oriundos do ato de se drogar:

DOZE RAZÕES PORQUE VOU DROGAR-ME

01. Porque quero destruir minha vida nessa aventura sem volta.

02. Porque quero iludir-me com um sonho colorido que me dará uma rápida impressão de que estou numa boa.

03. Porque quero ser feliz num momento e triste no seguinte.

04. Porque quero entristecer os meus familiares e bons amigos distanciando-os de mim.

05. Porque quero ser responsável por inúmeros atos criminosos, prejudicando o meu próxim o.

06. Porque quero mal-gastar meus recursos que serviriam para alimentação, vestimenta, educação, ou para sustentar a minha família.

07. Porque quero difundir este mau exemplo entre amigos e conhecidos.

08. Porque quero ter sentimentos fortes e anormais de pânico, ansiedade

09. Porque quero desconfiar de todos, tornando-me irritadiço, nervoso, dissimulado, mal humorado e pouco afetuoso.

10. Porque quero ser negligente para com os meus trabalhos domésticos, chegando tarde em casa, esquecendo as ocasiões de reuniões de família, deixando o quarto desarrumado e recusando-me a coloborar.

11. Porque quero subitamente perder o interesse pelos estudos, esportes e demais atividades de que sempre gostei.

12. Porque quero apressar o fim da minha vida, se for possível pelo resfriado crônico, tais como olhos vermelhos, nariz escorrendo, dores de cabeça, manchas roxas inexplicáveis, fraqueza muscular e tremor nas mãos.

COMO ALCANÇAR A LIBERTAÇÃO?
Querido amigo, se você porventura já é um dependente, aqui vão alguns passos de forma resumida que são recomendados pela IECLB-LE em qualquer estado de dependência:

1º Passo: Seja honesto consigo mesmo. Seja honesto de verdade: admita sua dependência. Para de mentir para você. Você sabe que a droga mata.
2º Passo: Comunique-se! Fale a respeito de sua dependência.
3º Passo: Procure um tratamento médico! Ela ataca o sistema nervoso.
4º Passo: Evite a solidão! Reitregue-se na família e procure apoio.
5º Passo: Projete uma nova vida! Deus, o Criador, lhe ajudará.
6º Passo: Entregue a sua vida a Jesus, o Filho de Deus.
7º Passo: Comece a nova vida, hoje mesmo! Faça o 6º passo em 1º lugar.

No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes

Obs.: Amigo leitor, peço por gentileza que deixe o seu comentário sobre o postagem citada acima. Desde já, muito obrigado. No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes.

SINAIS NA NATUREZA: FURACÃO IRENE, TUFÃO ROKE E ETC

Recentemente os Estados Unidos foram abalados por um furacão de proporções gigantescas. Agora foi a vez do Japão vivenciar o impacto do Tufão Roke. Os japones nem se recuperam do terremoto deste ano, que gerou uma tsunami devastadora, sofre com o Tufão Roke que já matou várias pessoas e deixou o país em estado de alerta. Diante deste quadro catastrófico, apresento a seguir, um pequeno comentário do escritor Elienai Cabral:

"Haverá fomes, pestes e terremotos" (Lc 21.11).
Sinais como "fome, pestes e terremotos" são fatos marcantes em nossos dias. A contaminação ambiental provocada pelo desregramento ecológico, tem envenenado os três mais importante espaços vitais da humanidade, que são: o ar, as águas e a terra. A proliferação das doenças aumentam cada vez mais o índice de mortalidade. Misteriosas pestes desafiam a ciência assolando a humanidade. A fome traz para o panorama mundial um espectro de terror.

O princípio de dores (Mt 24.8). O texto refere-se metaforicamente às dores de parto de uma mulher que está para dar à luz uma criança. São as primeiras dores decorrentes das contrações que anunciam a hora do parto. Na verdade, Jesus estava declarando que os sinais envolvendo fomes, pestes e terremotos seriam apenas sinais precursores da vinda da era messiânica, sonhada e desejada pelos judeus (1 Ts 5.3).

A angústia na terra (Mt 24.8;Lc 21.25). Essa angústia está embutida no "princípio de dores" sentida pela humanidade e, especialmente, pela Igreja de Cristo. É, de fato, a perplexidade das criaturas diante dos sinais que se evidenciam na Terra(Lc 21.25,26); uma neurose coletiva mundial que provoca o desespero (Rm 8.20,22); é o pressentimento da chegada do fim dessa agonia(Dn 12.4). Nesses tempos de globalização da economia mundial, percebe-se a preocupação , quando apenas uma economia se descontrola e traz um desassossego total (2 Ts 2.7;Ap 13.16,17).

Fonte: Lições Bíblicas - Jovens e Adultos - CPAD - 1998 -p.34-5

Obs.: Amigo leitor, peço por gentileza que deixe o seu comentário sobre a análise citada acima. Desde já, muito obrigado. No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Conversões no Coração do Islamismo



A Arábia Saudita é considerada o coração do Islamismo. Todos os muçulmanos são orientados a ir até Meca pelo menos uma vez na vida. E, curiosamente, Jesus tem se manifestado em sonhos e visões a inúmeros seguidores do profeta Maomé

Em muitos países, nossos irmãos são obrigados a viver como "cristãos secretos", "disfarçados" de cidadãos mulçumanos comuns. Como é possível então que o número de cristãos em países fechados ao evangelho tenha crescido tanto? Se o compartilhar da Palavra é terminantemente proibido de acordo com o Alcorão e a lei, como eles podem crer em Cristo?

Em todo o mundo crescem os relatos de pessoas que sonharam com um homem de pés e mãos furadas, ou que usava uma cruz em seu pescoço, ou que carregava um livro muito especial. Esse homem as convida a segui-lo e, ainda que essas pessoas não saibam que ele é, decidem fazê-lo, pois há algo muito forte em suas palavras. É desta forma que centenas de muçulmanos têm abandonado o islamismo para seguir Isa (Jesus).

Em Isaías 65, versículo 1, está escrito: "Fiz-me[o Senhor] acessível aos que não perguntavam por mim; fui achado pelos que nmão me procuravam. A uma nação que não clamava pelo meu nome eu disse: Eis-me aqui, eis-me".

O irmão André, fundador da Portas Abertas, afirma que o Senhor deu a ele uma palavra, dizendo: "Tenho me revelado aos muçulmanos porque os ocidentais não têm feito a sua parte".

O versículo 14 de Romanos 10 nos faz pensar em nosso papel como "propagadores do evangelho". "Como, poism invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não houver quem pregue?".

Fonte: Revista da Portas Abertas - vol.29 nº 9 - agosto/setembro/2011,p.7.

Obs.: Amigo leitor, peço por gentileza que deixe o seu comentário sobre a matéria citada acima. Desde já, muito obrigado. No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

DÍVIDA PAGA - Reflexão

A dívida de nossos pecados já foi paga
Conta-se que no Oriente, quando um indivíduo quitava uma dívida, ele pegava o seu escrito de dívida, marcava-o de vermelho e depois o colocava na sua porta para que todos soubessem que a dívida já havia sido paga. Paulo, conhecedor destes costumes, ilustra a nossa redenção em Colossenses . A verdade em apreço é tremenda! A dívida dos nossos pecados já foi paga por Cristo Jesus no Gólgota. Como um cordeiro imaculado, inocente, exclamou: Está consumado”. Esta expressão pronunciada pelo Filho de Deus, na cruz do Calvário, confirma o perdão de nossos pecados, a nossa libertação do poder das trevas para o reino do Seu amor, a derrota de Satanás, o direito de sermos co-herdeiros com Cristo e de reinarmos em vida assentados juntamente com Ele nas regiões celestiais.
“E a vós outros, que estáveis mortos pelas vossas transgressões e pela incircuncisão da vossa carne, vos deu vida juntamente com ele, perdoando todos os vossos delitos, havendo riscado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial , removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz.” (Cl 2.13,14). No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

A APARÊNCIA ENGANA - reflexão

Sem maiores preocupações com o vestir, o médico conversava descontraído com o enfermeiro e o motorista da ambulância, quando uma senhora elegante chega e, de forma ríspida, pergunta:
- Vocês sabem onde está o médico do hospital?
Com tranqüilidade o médico respondeu:
- Boa tarde, senhora! Em que posso ajudá-la?!
- Será que o senhor é surdo?
Não ouviu que estou procurando pelo médico?
Mantendo-se calmo, contestou:
- Boa tarde, senhora! O médico sou eu, em que posso ajudá-la?!
- Como?! O senhor?! Com essa roupa?!...
- Ah! Senhora! Desculpe-me! pensei que a senhora estivesse procurando um médico e não uma vestimenta...
- Oh! Desculpe, doutor! Boa tarde! É que... vestido assim, o senhor nem parece um médico...
- Veja bem as coisas como são - disse o médico
- as vestes parecem não dizer muitas coisas, pois quando a vi chegar, tão bem vestida, pensei que a senhora fosse sorrir educadamente para todos e depois daria um "boa tarde!"
Como se vê, as roupas nem sempre dizem muito...
Um dos mais belos trajes da alma é a educação.

Obs.: Amigo leitor, peço por gentileza que deixe o seu comentário sobre a reflexão citada acima. Desde já, muito obrigado. No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes.

domingo, 18 de setembro de 2011

Vamos orar pela Eritreia

. Ore pelas crianças e família que estão com seus pais presos na Eritreia. Ore pelo suprimento de Deus e pelo consolo do Espírito Santo no coração dessas pessoas.

. Ore para que os cristãos sejam fervorosos por Jesus e causem um impacto significativo em sua nação e muito além dela.

. Ore pelos líderes da Igreja, para que eles tenham sabedoria em cuidar do povo de Deus. Agradeça ao Senhor pelos líderes e membros fiéis.

. Ore para que a Palavra de Deus chegue até os confins da terra.

Fonte: Portas Abertas - Extraído do livro Conexão Criança da editora Vida

"E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão."
(Mateus 21.22)

sábado, 17 de setembro de 2011

Citação Bíblica da Semana

"Áquele que é poderoso para impedi-los de cair e para apresentá-los diante da sua glória sem mácula e com grande alegria, ao único Deus, nosso Salvador, sejam glória, majestade, poder e autoridade, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor, antes de todos os tempos, agora e para todo o sempre! Amém". Judas vv.24 e25. - Nova Versão Internacional

"To him who is able to keep you from falling and to present you before his glorious presence without fault and with great joy - to the only God our Savior be glory, majesty, power and authority, through Jesus Christ our Lord, before all ages, now and forevermore! Amen." Jude v.v.24 e 25. New International Version

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

LÍDER GAY DOS ESTADOS UNIDOS SE CONVERTE

O movimento homossexual dos Estados Unidos sofreu um dos maiores golpes de sua história: Michael Glatze, um de seus principais líderes, que estava em ascenção na mídia, anunciou recentemente que não só abandonou o ativismo como não é mais homossexual. O motivo: aceitou a Jesus e Ele transformou sua vida. A história foi publicada na mídia worldnetedaily.com.
Glatze era referência nos meios de comunicação por ser o fundador da revista Young Gay América, a principal revista do movimento nos EUA, criada quando ele tinha 22 anos. A exposição de fotos de sua revista viajou pela Europa, Canadá e partes dos EUA. O procurado a todo momento para participações em programas de tevê. E chegou a ser capa da revista Times sob o tema “Batalha envolvendo gays adolescentes”.
Glatze também produziu um documentário pró-homossexualismo, que viajou o mundo e foi primiado em muitos festivais. Chegou a participar de debates na Universidade de Harvard. Mas hoje, afirma: “A verdade é que a revista era tão prejudicial como todas as outras revistas do tipo no mercado. Foi depois de ver minha palavras numa fita de vídeo da minha ‘atuação’ no debate em Harvard que comecei a ter dúvidas sérias quanto ao que eu estava fazendo com minha vida e influência. Não conhecendo ninguém de quem eu poderia me aproximar com meus questionamentos e dúvidas, voltei-me para Deus”, conta Glatze. Foi aí que abandonou a revista. No dia de sua saída, deixou a seguinte mensagem para sua equipe: “A homossexualidade é morte e eu escolho a vida”. O artigo de Glatze contando sua conversão pode ser lido em http://www.wnd.com/news/article.asp? ARTICLE ID=56481 e traduzido no site www.juliosevero.com.br . A seguir, trechos:
“Sair do armário da influência da mentalidade homossexual foi a coisa mais libertadora, bela e estupenda que já experimentei na minha vida inteira”.
“O homossexualismo é uma rotina de obsessão, não tendo nada de natural, e se chama normal por uma boa razão”.
“Muitos que se encontram aprisionados ao homossexulismo ou a outras condutas lascivas vêem Deus como inimigo, pois Ele os faz lembrar quem são e o que eles foram realmente criados para ser. Gente apanhada no ato de seu pecado preferiria permanecer numa ‘ignorância feliz’ e silenciar a verdade e os que a falam, por meio de antagonismo, condenação e aplicando-lhes termos como ‘racista’, ‘insensível’, ‘perverso’ e ‘discriminador’”.
“Não é fácil se curar das feridas que a homossexualidade provoca. Obviamente, há pouco apoio para quem busca ajuda. O pouco de apoio que existe é ridicularizado e silenciado pela retórica ou criminalizado pela deturpação das leis. A fim de achar apoio, tive de investigar meu próprio estado de vergonha e as vozes ‘condenadoras’ de todos os que eu havia conhecido. Parte da agenda homossexual lé fazer com que as pessoas achem que nem vale a pena pensar em conversão e muito menos pensar que a conversão funciona”.
“Deus me visitou quando eu estava confuso e perdido, sozinho, com medo e angustiado. Ele me disse – por meio da oração – que eu não tinha absolutamente nada a temer. Tudo o que eu precisava era fazer uma limpeza geral em minha mente. Creio que todas as pessoas, intrinsecamente, conhecem a verdade. Creio que é por isso que o cristianismo deixa as pessoas tão assustadas – por fazê-las lembrar de sua consciência, que todos possuímos”.
“A consciência nos ajuda a fazer uma diferença entre o certo e o errado e é uma orientadora por meio da qual podemos crescer e nos tornar seres humanos mais fortes e livres. Ser curado do pecado e ignorância é sempre possível, mas a primeira coisa que alguém deve fazer é sair das mentalidades que dividem e conquistam nossa essência humana. O homossexualismo roubou quase 16 anos da minha vida e os compromenteu com uma mentira ou outra, perpetuada por meio dos meios de comunicação nacionais dirigidos à crianças”.
“Por muito tempo, eu era repugnante. Eu ainda lido com toda a culpa que sinto por esse estilo de vida. Como um dos líderes do movimento homossexual nos EUA, tive a oportunidade de me dirigir ao público muitas vezes. Se pudesse desfazer algumas das coisas que disse, desfaria. Agora sei que a homossexualidade tem tudo a ver com a pornografia. É çum pacote completo. Por isso, jamais deixarei que alguém tente me convencer do contrário, não importa que suas estórias sejam doces ou tristes. Tenho experiência própria. Conheço a Verdade. Deus nos deu a Verdade por um motivo. A Verdade existe para que possamos ser nós mesmos”.
“ A nossa cura dos pecados acontecerá, se não deixarmos que o orgulho a bloquei. E , caso você não saiba, no final quem vence é Deus”.
Fonte: Mensageiro da Paz/agosto de 2007

Obs.: Amigo leitor, peço por gentileza que deixe o seu comentário sobre a matéria citada acima. Desde já, muito obrigado. No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O deus que morre e ressurge

Da união entre Ninrode e Semíramis nasceu Tamuz, mas com um detalhe signficativo: a deusa permaneceu virgem. Aqui está, talvez, a primeira tentativa satânica de dar um falso cumprimento à profecia bíblica relativa ao nascimento de Jesus de uma virgem (Is 7.14), anunciada uns 700 anos antes de Cristo. Na Bíblia do padre Mattos Soares, traduzida da Vulgata Latina, registrou-se a versão grega de Tamuz, que é Adonis.
Tamuz é o tipo do deus que morre e ressuscita personificando as forças vivas da natureza. Morre com os calores estivais e ressurge com a Primavera. Era conhecido na Suméria, segundo alguns, cerca de três mil anos antes de Cristo, mas consta, todavia , como filho do casal fundador de Babilônia, logo após o dilúvio. Penetrou posteriormente em outras nações e até mesmo no recinto do Templo de Jerusalém.
“Então ele me levou à entrada da porta da Casa do Senhor, que está do lado do norte, e vi ali mulheres assentadas chorando por Tamuz. Ele me disse: Viste , filho do homem? Verás ainda abominações maiores do que estas. Ele então me levou ao átrio interior da Casa do Senhor, e vi à entrada do templo do Senhor, entre o pórtico e o altar, cerca de vinte e cinco homens. De costas para o templo do Senhor, e com os rostos para o Oriente, eles se prostravam diante do sol, virados para o Oriente. Então me disse: “Viste filho do homem? É coisa de pouca monta para a casa de Judá o fazerem as abominações que fazem aqui? Devem ainda encher a terra de violência, e continuamente provocar-me à ira? Ei-los a chegar o ramo ao seu nariz. Pelo que também eu os tratarei com furor; o meu olho não poupará, nem terei piedade. Ainda que gritem aos ouvidos com grande voz, eu não os ouvirei”, Ez 8.14-18.
Adoração ao Sol
Comentando este texto, o Pontifício Instituto Bíblico de Roma afirma: parece que os vinte e cinco eram representantes das vinte e quatro classes sacerdotais, juntando-se o sumo sacerdote, ainda que o caráter sacerdotal deles não seja expressamente indicado. Aqueles que deviam honrar o único Senhor, dão-lhe as costas no santuário a fim de se voltarem para o Oriente e adorar o Sol, que era uma das divindades principais dos babilônios. Fora restaurado o seu culto abominado por Josias (2 Rs 23.11).
Levam o ramo ao nariz: tradução comum, ainda incerta, segundo a qual o texto aludiria ao rito usado no culto solar dos persas, de levar diante da boca um pequeno molho de ervas sagradas para não contaminar, com a impureza do hálito, a atmosfera do sol nascente. Com mais probabilidade, é uma alusão ao rito de levar ao nariz uma raiz desconhecida, símbolo de vida, como para lhe aspirar a virtude mágica, rito expresso na literatura e nos monumentos do antigo Oriente . Observe-se que Ezequiel descreve como representados em Jerusalém não só os cultos assiro-babilônico, mas também os cultos dos povos mais disparatados e mais distantes.
Portanto, a Babilônia espiritual habita dentro do homem natural. Em todas as épocas temos visto sinais e indícios destas ocorrências satânicas. Em nossos dias, estejamos atentos para identificá-las, ainda que se apresentem sob novas roupagens, e eliminá-las.
Fonte: Mensageiro da Paz/Outubro 1998 – Por Abraão de Almeida

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Amnesty International - Helen Berhane - Eritrea [Tigrinya]

Fernanda Brum encontra Helen Berhane

Testemunho - Helen Berhane

Mãos do Mestre - Reflexão

Desejando encorajar o progresso de seu pequeno filho ao piano, uma mãe o levou a um concerto de Paderewski. Depois de sentarem, a mãe viu uma amiga na platéia e foi até ela para saudá-la.
Tendo a oportunidade para explorar as maravilhas do teatro, o pequeno menino se levantou e suas curiosidades o levaram a uma porta onde estava escrito "ENTRADA PROÍBIDA". Quando as luzes abaixaram e o concerto estava prestes a começar, a mãe retornou ao seu lugar e descobriu que seu filho não estava lá.
De repente, as cortinas se abriram e as luzes caíram sobre um impressionante piano Steinway no centro do palco. Horrorizada, a mãe viu seu filho sentado ao teclado, inocentemente catando as notas de "Cai, cai, balão". Naquele momento, o grande mestre de piano fez sua entrada, rapidamente foi ao piano, e sussurrou no ouvido do menino: "- Não pare, continue tocando".
Então, debruçando, Paderewski estendeu sua mão esquerda e começou a preencher a parte do baixo. Logo, colocou sua mão direita ao redor do menino e acrescentou um belo acompanhamento de melodia. Juntos, o velho mestre e o jovem noviço transformaram uma situação embaraçosa em uma experiência maravilhosamente criativa. O público ficou perplexo. . .
É assim que as coisas são com Deus. O que podemos conseguir por conta própria mal vale mencionar. Fazemos o melhor possível, mas os resultados não são exatamente como uma música graciosamente fluida. Mas, com as mãos do Mestre, as obras de nossas vidas verdadeiramente podem ser lindas.
Na próxima vez que você se determinar a realizar grandes feitos, ouça atentamente. Você pode ouvir a voz do Mestre, sussurrando em seu ouvido: "- Não pare, continue tocando". Sinta seus braços amorosos ao seu redor. Saiba que suas fortes mãos estão tocando o concerto de sua vida.
Alguém já disse que: Deus não chama aqueles que são capacitados. Ele capacita aqueles que são chamados.
E Ele sempre estará lá para amar e guiar você a grandes coisas.

Obs.: Amigo leitor, peço por gentileza que deixe o seu comentário sobre a reflexão citada acima. Desde já, muito obrigado. No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes.

domingo, 11 de setembro de 2011

Citação Bíblica da Semana

"Cria em mim um coração puro, ó Deus, e ronova dentro de mim um espírito estável.Não me expulses da tua presença, nem tires de mim o teu Santo Espírito . Devolve-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito pronto a obedecer. Então ensinarei os teus caminhos aos transgressores, para que os pecadores se voltem para ti."
(Salmo 51.10-13). Nova Versão Internacional

"Create in me a pure heart, O God, and renew a steadfast spirit within me. Do not cast me from your presence or take your Holy Spirit from me. Restore to me the joy of your salvation and grant me a willing spirit, to sustain me. Then I will teach transgressors your ways, and mey tongue will turn back to you." New International Version

No serviço do Mestre, Pastor Sandro Gomes - E-mail: prsandrogomes@ig.com.br
sandrogomes11@hotmail.com
Twitter:@sandrogomes8

sábado, 10 de setembro de 2011

16 CAUSAS DE ORAÇÕES NÃO ATENDIDAS

Apesar de infalíveis promessas de Deus em atender as nossas orações, há, entretanto ocasiões em que nossas orações não são atendidas. Sabendo disso, gostaríamos de enumerar as principais causas ou razões, porque as nossas orações deixam de ser ouvidas, por mais que clamemos. Vejamos:

1.Pedir mal: “Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres” (Tg 4.3). Pedimos mal, quando não pedimos em função do Reino de Deus. Pedimos visando apenas o nosso bem-estar e nossa família, para o nosso próprio prazer. Quando pedimos dessa forma, Deus não nos atende.

2. Pecado oculto no coração: “Se eu atender a iniqüidade no meu coração, o Senhor nao me ouvirá” (Sl 66.18). Pecado oculto significa pecado não confessado e abandonado “O que encobre as suas transgressões, jamais prosperará; mas o que confessa e deixa, alcançará misericórdia”.

3. Falta de persistência no pedir: A pessoa começa a orar, mas como há certa demora na resposta, desanima e para de pedir. Jesus Cristo contou uma parábola aos seus discípulos sobre o dever de orar sempre e nunca esmorecer. Depois, conclui o ensino, dizendo: “Não fará Deus justiça aos seus escolhidos que a ele clamam de dia e de noite, embora pareça demorado em atendê-los?”(Lc 18.1-8). Deixa-se de receber por falta de persistência.

4. Falta de fé: Jesus ensina na Palavra:” Tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será convosco” (Mc 11.24). Por não crer na resposta e no Deus que responde, a pessoa deixa de obter o que está pedindo. Diz ainda o escritos aos Hebreus: “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e se torna galardoador dos que o buscam” (Hb 11.6).

5. Falta de humilhação (II Cr 7.14): Entre as maneiras de você se humilhar, está o ato de pedir perdão aquela pessoa a quem você ofendeu, magoou, causou tristeza, falou mal, até mesmo sem o ofendido saber. Existem muitos irmãos que necessitam pedir perdão a outro irmão. Há muitos pastores que precisam pedir perdão a colegas de ministério. Basta fazer-se a sós com Deus uma revisão de passado, uma auto-análise e logo, chegaremos a essa conclusão. Enquanto isso não for corrigido, fica sendo uma impedimento às suas orações.

6. Falta de perdoar: Por falta de perdoar alguém que o ofendeu ou lhe causou algum mal, o canal de comunicação com Deus fica interrompido e você não recebe respostas das suas orações. Veja as palavras de Jesus, em Marcos 11.25: “E quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai para que vossos pai celestial vos perdoe as vossas ofensas”.

7. Por desobediência a Deus: Veja Deuteronômio 1.42, 45: “Disse-me o Senhor: dizei-lhe: Não subais nem pelejeis, pois eu não estou no meio de vós, para que não sejais derrotados diante dos nossos inimigos. Assim vos falei, e não escutastes; antes fostes rebelde às ordens do Senhor (...) Tornaste-vos pois e chorastes perante o Senhor, porém o Senhor não os ouviu, não inclinou seus ouvidos a vós outros”. Por desobedecerem a Deus, não só foram derrotados diante do inimigo, mas também clamaram e não foram ouvidos”. Por desobedecerem a Deus, não só foram derrotados diante do inimigo, mas também clamaram e não foram ouvidos, por causa da desobediência.

8. Auto justificação e presunção: Leia Lucas 18.11: “Propôs também esta parábola a alguns que confiavam em si mesmos por se considerarem justos, e desprezarem os outros”. O fariseu da parábola, não só se justificou a si próprio mas considerou-se melhor do que os demais homens. Jesus afirmou que este fariseu desceu do templo, sem resposta da sua oração, por justificar-se a si próprio e pela sua auto-exaltação. Jesus diz que ele foi humilhado, sua oração não foi aceita por Deus (Lc 18.11-14).

9. Falta de compaixão pelo pobre: Em provérbios 21.13 encontramos: “O que tapa o ouvido ao clamor do pobre também clamará e não será ouvido”. Talvez você não tenha pensado nisto ainda. Ser insensível aquele que bate à sua porta ou se aproxima de você por ser um necessitado ou daqueles que você toma conhecimento e nada faz, nem ao menos ora me favor deles. Por causa dessa insensibilidade, Deus deixa de ouvir as suas orações.

10. Descaso pelas coisa de Deus: Leia o que diz o Espírito através de Malaquías, o profeta: “Quando trazeis animal cego para o sacrificardes, não é isso mal? E quando trazeis o coxo ou o enfermo, não é isso mal? Ora, apresenta ao teu Governador; acaso terá ele agrado em ti, e te será favorável? Agora, pois, suplicai o favor de Deus, que nos conceda a sua graça; mas, com tais ofertas nos conceda a sua graça; mas, com tais ofertas nas vossas mãos, aceitará ele a vossa pessoa? O povo de Israel estava dando o pior para Deus, dando os rejeitos, aquilo que não prestava mais para eles próprios. Será que quando damos para Deus as sobras do nosso dinheiro, das nossas energias, do nosso tempo, ou quando fazemos o obra do Senhor relaxadamente, não estaremos agindo em descaso para com o Senhor? Atentará ele assim à nossa oração?

11. Por não ser a hora de Deus: “Ainda não é chagada a minha hora”, disse Jesus a Maria por ocasião do casamento em Caná da Galiléia. Às vezes oramos e não recebemos respostas porque Deus está aguardando o momento certo para nos responder. O tempo de Deus nem sempre coincide com o nosso tempo.

12. Pedir contra a vontade de Deus: Grandes homens de Deus, como Moisés e Elias deixaram de receber respostas positivas de Deus em certas ocasiões, por pedirem contra a vontade de Deus (Êx 32.32; I Re 19.4).

13. Falta de consideração do marido com a sua esposa: Em I Pedro 3.7, encontramos: “Vocês, maridos, devem ser cuidadosos para com suas esposas, estando atentos às necessidades delas e respeitando-as como o sexo mais frágil; lembrem-se que vocês e suas esposas são companheiros em receber as benção de Deus, e se não as tratarem como devem, as orações de vocês não terão uma resposta pronta” (Novo Testamento Vivo).

14. Por causa de obstáculos causados por Satanás: Veja o texto de Daniel 10.12, 13: “Então me disse: Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração em compreender e humilhar-te perante o teu Deus, foram ouvidas as tuas palavras; e por causa das tuas palavras é que eu vim. Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias, porém, Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu obtive vitória sobre os reis da Pérsia”. Deus havia dado a resposta da oração de Daniel desde o primeiro dia em que ele começou a orar, mas a resposta não chegou por causa da oposição satânica. Só depois de três semanas é que chegou a resposta pela ajuda do arcanjo Miguel. Será que o mesmo não acontece também com determinadas orações dos servos de Deus nesses dias?

15. Prevenção contra o orgulho: Paulo, o apóstolo, pediu ao Senhor que retirasse o “espinho da carne dele”, mas Deus não o atendeu. Diz a palavra: “E para que eu não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte. Por causa disto três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim”. Apesar da insistência de Paulo, Deus não o atendeu para que ele não caísse no orgulho. Certamente o mesmo acontece em determinadas circunstâncias (II Co 12.7, 8).

16. Motivo ou motivos que só Deus conhece : A palavra nos afirma: “As coisas encobertas pertencem ao Senhor nosso Deus...” (Dt 29.29). Deus é soberano e reconhecemos que não só Ele tem o direito de não responder, bem como de não nos revelar a razão porque não está nos respondendo. As coisas encobertas pertencem ao Senhor.

Meu caro irmão, se a sua oração ou de alguma pessoa ligada a você não esta sendo atendida, não deve ser motivo de desânimo. E necessário fazer um auto-exame, uma analise da situação. Pode ser que seja um desses motivos que são possíveis e necessários ser consertados. É preciso muitos vezes um acerto com Deus. Se depois de uma verificação, chegarmos à conclusão que tudo esta bem, então pode ser que seja um dos outros motivos restantes. Assim, temos que nos posicionar diante do Senhor, insistirmos, aguardarmos ou nos conformarmos com o “não” de Deus e até sem receber explicações por parte dEle.

Extraído do Jornal A Raiz, p.12 - Autor: Pr. Hélio Maurício Brum

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Duvidando da Existência de Deus - Reflexão

Um homem foi cortar o cabelo e a barba. Como sempre acontece, ele e o barbeiro ficaram conversando sobre várias coisas, até que – por causa de uma notícia de jornal sobre meninos abandonados – o barbeiro afirmou:
- Como o senhor pode ver, esta tragédia mostra que Deus não existe.
- Como?
- O senhor não lê jornais? Temos tanta gente sofrendo, crianças abandonadas, crimes de todo tipo. Se Deus existisse, não haveria sofrimento.
O cliente ficou pensando, mas o corte estava quase no final, e resolveu não prolongar a conversa. Voltaram a discutir temas mais amenos, o serviço foi terminado, o cliente pagou, e saiu.
Entretanto, a primeira coisa que viu foi um mendigo, com barba de muitos dias, e longos cabelos desgranhados. Imediatamente, voltou para a barbearia, e falou para a pessoa que o atendera:
- Sabe de uma coisa? Os barbeiros não existem.
- Como não existem? Eu estou aqui, e sou barbeiro.
- Não existem! – Insistiu o homem. - Porque se existissem, não haveria pessoas com barba tão grande, e cabelo tão desgrenhado como o que acabo de ver na esquina.
- Posso garantir que os barbeiros existem. Acontece que este homem nunca veio até aqui.
- Exatamente! Então, para responder sua pergunta, Deus também existe. O que passa é que as pessoas não vâo até Ele. Se o buscassem, seriam mais solidários, e não haveria tanta miséria no mundo.

Um homem foi cortar o cabelo e a barba. Como sempre acontece, ele e o barbeiro ficaram conversando sobre várias coisas, até que – por causa de uma notícia de jornal sobre meninos abandonados – o barbeiro afirmou:
- Como o senhor pode ver, esta tragédia mostra que Deus não existe.
- Como?
- O senhor não lê jornais? Temos tanta gente sofrendo, crianças abandonadas, crimes de todo tipo. Se Deus existisse, não haveria sofrimento.
O cliente ficou pensando, mas o corte estava quase no final, e resolveu não prolongar a conversa. Voltaram a discutir temas mais amenos, o serviço foi terminado, o cliente pagou, e saiu.
Entretanto, a primeira coisa que viu foi um mendigo, com barba de muitos dias, e longos cabelos desgranhados. Imediatamente, voltou para a barbearia, e falou para a pessoa que o atendera:
- Sabe de uma coisa? Os barbeiros não existem.
- Como não existem? Eu estou aqui, e sou barbeiro.
- Não existem! – Insistiu o homem. - Porque se existissem, não haveria pessoas com barba tão grande, e cabelo tão desgrenhado como o que acabo de ver na esquina.
- Posso garantir que os barbeiros existem. Acontece que este homem nunca veio até aqui.
- Exatamente! Então, para responder sua pergunta, Deus também existe. O que passa é que as pessoas não vâo até Ele. Se o buscassem, seriam mais solidários, e não haveria tanta miséria no mundo.

Obs.: Amigo leitor, peço por gentileza que deixe o seu comentário sobre a reflexão citada acima. Desde já, muito obrigado. No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

SEMISFAM - Seminário sobre Família - O Discipulado da Águia



Capítulo 4 – O DISCIPULADO DA ÁGUIA

http://pastorsandrogomesumnovotempo.blogspot.com

A águia nunca perde a sua força. Ela pega o filhote pelo bico e o solta de cima de uma árvore, e se acontecer do filhote não voar, antes que ele caia, ela voa rapidamente para baixo dele e o apoia sobre as suas asas.

Muitas tribulações em nossas vidas é Deus nos ensinando a voar. A alegria da águia é quando o filhote começa a voar. Da mesma forma é a reação do Senhor, quando o crente águia começa a voar sobre as tribulações dessa vida sem murmuração.
É importante salientar que vivemos no meio de uma sociedade corrupta e corruptora. Os padrões éticos que vem nortear a criação de nossos filhos estão sendo solapados por ideologias produzidas no ventre do inferno. O certo passou a ser errado e o errado tornou-se o certo. A liberdade transformou-se em libertinagem. Os principios absolutos transformaram-se em relativos. Os programas imorais e violentos transmitidos pela TV retratam o perfil da sociedade hodierna. O movimento da nova era ou era de aquário tem como objetivo destruir os princípios cristãos declarando que estamos na era pós-cristã.



O Escritor Hernandes Dias Lopes, apresenta em seu livro Voando nas Alturas, alguns cuidados que a águia tem com seus filhotes:

I – A ÁGUIA NÃO PÕE O NINHO DE SEUS FILHOS PERTO DOS PREDADORES – “Ou é pelo teu mandado que se remonta a águia e faz alto o seu ninho? Habita no penhasco onde faz a sua morada, sobre o cume do penhasco, em lugar seguro” ( Jó 39.27-28 ).
Recentemente fiz alguns cultos domésticos com os nossos dois filhos, Jônatas e Jadiel; pude perceber que a medida que explicava-lhes os episódios do livro O Peregrino, o interesse deles aumentou pelos principios cristãos expostos no livro em apreço. Certamente eles compreenderam que o Peregrino, o principal personagem dessa literatura centenária, foi salvo de todos os predadores que procuravam detê-lo em seu caminho a cidade celestial.
O Escritor Hernandes Dias Lopes ainda faz algumas perguntas aos pais que devem aprender com a águia na educação de seus filhos: - “Onde está o ninho de seus filhos? Onde estão os seus filhos? Por onde eles andam? O que eles estão fazendo? Com quem eles andam? A que horas eles chegam em casa? Quem são os amigos de seus filhos? Quem são os conselheiros de seus filhos?” Em última análise, guardemos os nossos filhos dos predadores que procuram alcançar os nossos filhos nos vales imorais deste mundo tenebroso.


II – A ÁGUIA VOEJA SOBRE OS FILHOS – “Como a águia desperta a sua ninhada e voeja sobre os seus filhotes, estende as suas asas, e, tomando-os, os leva sobre elas...” ( Deuteronômio 32.11 ). Duas coisas são apresentadas a respeito da lição em foco:
1ª - está na hora de sair do ninho – “Os pais devem criar os filhos preparando-os para a vida, e não fazendo deles eternos dependentes, pois assim estes filhos se tornarão pessoas inseguras e incapazes de assumir responsabilidades na vida.”
2ª - ensina aos filhos como voar – “A águia não apenas ensina aos filhos que está na hora de sair do ninho, mas mostra-lhes como devem sair. Ela fica voando em círculo sobre o ninho, mostrando-lhes como se voa. Ela, com este gesto, dá exemplos, para seus filhotes.”
Existe um ditado popular que diz: “faça o que eu digo, e não faça o que eu faço.” Infelizmente existem inúmeros pais que querem que seus filhos seja corretos, porém suas vidas não correspondem com os princípios que eles ensinam. Lembrem-se pais: Somos o espelho de nossos filhos.

III – A ÁGUIA TIRA A MACIEZ DO NINHO E SÓ DEIXA OS ESPINHOS. “Quando a águia percebe que é hora de seus filhotes voarem e ainda assim eles continuam acomodados no ninho, a despeito de seu exemplo, ela decide remover do ninho toda a cobertura macia e deixa apenas os espinhos e os gravetos pontiagudos.”
Concordo com o Reverendo Hernandes Lopes, quando afirma que atualmente 90% das atividades da Igreja são executadas dentro do ninho. O metro quadrado mais evangelizado do mundo, segundo o autor, são os templos evangélicos.
O Evangelista T.L.OSBORN acrescenta a seguinte verdade: “Jesus nunca disse: ‘tocai o sino da igreja para que os pecadores entrem, mas ordenou’: “Ide por todo mundo e pregai o meu evangelho a toda criatura.” E o escritor Leonard Ravenhil defende que atualmente “precisamos de mais unção nos púlpitos e de mais ação nos bancos.” No meu livro A 2ª vitória de Elias no Monte Carmelo, apresento a mesma percentagem focalizada pelo Reverendo Hernandes Lopes, quando diz que noventa e cinco por cento dos crentes não sabem o que é levar uma alma a Jesus.
Fico maravilhado com a declaração do avivalista John Wesley, o qual não se acomodou dentro de quatro paredes, e disse contundentemente: “O mundo é a minha paróquia.” Sigamos o conselho de Jesus ao afirmar que o campo de evangelização é o mundo.

IV – A ÁGUIA TIRA OS FILHOS DO NINHO – “O que a águia faz com o filho que resiste aos seus métodos mais suaves? Ela simplesmente pega o filho com suas garras possantes, suspende-o no ar e das alturas o solta sem pára-quedas. O filhote noviço e neófito ainda não sabe bater suas asas articuladamente e, por isso, cai desamparado numa sensação de que vai se esborrachar no chão. Quando o filhote cheio de medo chega ao fim de suas esperanças, a águia dá um vôo rasante, estende suas asas debaixo do filhote e leva-o novamente as alturas. E outra vez o solta no espaço aberto. Novamente, ele cai batendo as asas atabalhoadamente sem conseguir aprumar-se. A águia estende suas asas e o toma em segurança; leva-o de volta as alturas e lança-o no espaço outra vez. Isto ela repete duas, três, cinco, dez vezes até o filhote aprender a voar sozinho.”
Ainda extraímos do comentário do escritor Hernandes Lopes quatro lições práticas:

1ª - “Não podemos desistir dos nossos filhos” – É necessário perseverarmos no aprendizado dos nossos filhos. Ainda que leve tempo, certamente eles assimilarão as lições e com paciência nós veremos o fruto do nosso esforço.

2ª - “Não podemos ser amargos com os nossos filhos” – À luz da Bíblia o amor cumpre toda a lei. Usemos a mão da paciência para instruí-los e a mão da misericórdia para protegê-los e amá-los.

3ª - “Não podemos reter o perdão aos nossos filhos” – Deus nos perdoou em Cristo Jesus. Sempre quando pecamos, ele está pronto para perdoar-nos de toda transgressão.
Semelhantemente, devemos levantar a bandeira do perdão e, tirarmos toda a raiz de amargura de nossos corações. A Bíblia diz que o Senhor nos amou quando nós ainda éramos pecadores. Os nossos filhos carecem do nosso perdão. Portanto, perdoemo-los em nome de Jesus. Não esqueçamos de que o perdão nos tira do castelo da amargura e nos faz triunfar em Cristo Jesus.

4ª - “Precisamos discipular os nossos filhos – Hoje a sociedade carece de pais discipuladores. Precisamos tomar nossos filhos pela mão e andar com eles pelas veredas da justiça. Não basta aos pais apontar o caminho e dizer: Aquele é o caminho certo, sigam por ele. A Bíblia diz: “Ensina a criança no caminho que ela deve andar e ainda quando for velha jamais se desviará dele” ( Provérbios 22.6 ). Não diz o texto para ensinar a criança o caminho em que ela deve andar. Ensinar no caminho é dizer vem comigo. Vamos juntos. A medida que caminhamos lado a lado, vou ensinando com o meu exemplo. Isto é fazer discípulos.”
O Senhor Jesus demonstrou um grande zelo pelo discipulado. Instruiu 12 apóstolos, arregimentou 70 discípulos dando-lhes ensinamentos precisos a respeito da missão que os aguardava. Usou de grande paciência para com Pedro, o qual em seus últimos dias na terra deixou-nos a seguinte exortação:
“Para isto fostes chamados, porque também Cristo padeceu por vós, deixando-vos o exemplo, para que sigais as suas pisadas.” ( I Pedro 2.21 ). Em última análise, vimos através das lições focalizadas acima, que o discipulado exige paciência, zelo, retidão e uma vida dinâmica e sempre crescente na obra de Deus. Vejamos cinco textos bíblicos que nos revelam o crescimento de um discípulo em cinco dimensões:

1 – Crescendo em força – “Vão indo de força em força, até cada um aparecer em Sião perante Deus.” ( Salmo 84.7 ).

2 – Crescendo em graça – “Da plenitude todos nós recebemos graça sobre graça.” ( João 1.16 )

3 – Crescendo em fé – “Pois nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: O justo viverá da fé.” ( Romanos 1.17 ).

4 – Crescendo em glória – “Mas todos nós, com o rosto descoberto, refletindo a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.” ( II Coríntios 3.18 )

5 – Crescendo em amor – “O Senhor vos aumente e vos faça crescer em amor uns para com os outros, e para com todos, como também nós para convosco.” ( I Tessalonicenses 3.12 ).

(Fonte: O Cristão e a Águia na Dimensão Bíblica - Autor: Sandro Gomes - 2ª Edição - abril/2008, p. 41-8).

Obs.: Amigo leitor, peço por gentileza que deixe o seu comentário sobre o estudo abordado acima. Desde já, muito obrigado. No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A Nova Ordem Mundial

A Nova Ordem Mundial é realmente nova?

" Na verdade, ela não tem nada de nova. A declaração da Nova Ordem Mundial está documentada em Gênesis 11.4: 'Disseram: Vinde, edifiquemos para nós uma cidade e uma torre cujo topo chegue até aos céus, e tornemos célebre o nosso nome, para que não sejamos espalhados por toda a terra.' O espírito da Nova Ordem Mundial de Babel desejava unidade, não diversidade.
Como Deus reagiu a essa ambição? 'Vinde, desçamos, e confundamos ali a sua linguagem, para que um não entenda a linguagem de outro' (Gênesis 11.7). Por causa disso, "[...] o Senhor os dispersou dali pela superfície da terra; e cessaram de edificar a cidade" (Gênesis 11.8).
Hoje em dia, o espírito da Nova Ordem Mundial não se baseia mais na unidade, mas sim na diversidade. Por exemplo, a União Européia ressalta, especificamente, que todos os países-membros terão permissão de expressar sua cultura, tradição e língua. Isso é unidade através da diversidade."
(Fonte: Froese,Arno - Perguntas frequentes sobre as profecias - Porto Alegre:Actual Edições, 2003,p.78-9).

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Fracasso é Sucesso - Reflexão

O fracasso não significa que você seja um perdedor...
...significa que você ainda não chegou lá.
O fracasso não significa que você foi idiota em tentar...
...significa que você foi corajoso em tentar explorar e experimentar.
O fracasso não significa que você não soube tomar decisões...
...significa apenas que você deve tomar outras decisões.
O fracasso não significa que você não conseguiu realizar nada...
...significa isto sim, que você aprendeu alguma coisa.
O fracasso não significa que você deve abandonar tudo...
...significa que você tem que continuar, mas de uma forma diferente.
O fracasso não significa que você é inferior...
...significa que você não é perfeito (e ninguém é).
O fracasso não significa que você desperdiçou sua vida...
...significa que você agora tem uma razão para começar de novo.
O fracasso não significa que você deva desistir...
...significa que você tem que tentar, mas com mais entusiasmo e determinação.
O fracasso não significa que você jamais chegará lá...
...significa apenas que talvez leve um pouco mais de tempo.
- Roberto Schüller.
“Fracasso é sucesso quando aprendemos com ele.”
Malcom Ford

Obs.: Amigo leitor, peço por gentileza que deixe o seu comentário sobre a reflexão citada acima. Desde já, muito obrigado. No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes.

domingo, 4 de setembro de 2011

Citação Bíblica da Semana


"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha vida eterna." João 3.16. NVI

"For God so loved the world that he gave his one and only Son, that whoever believes in him shall not perish but have eternal life." John 3.16

No serviço do Mestre, pastor Sandro Gomes

sábado, 3 de setembro de 2011

DESMASCARANDO OS LIVROS DE PAULO COELHO

O escritor e apologista Édino Melo, faz a seguinte crítica aos livros de Paulo Coelho, conhecido escritor brasileiro:

"Em 1986, Paulo Coelho peregrinou pelo Caminho de Santiago, cuja experiência seria descrita em O diário de um mago. No ano seguinte (1988), publicou O Alquimista, que se transformaria no livro brasileiro mais vendido em todos os tempos. Outros títulos incluem: Brida (1990), As Valkirias (1992), Na margem do rio Piedra eu sentei e choreis (1994), O Monte Cinco (1996), O manual do guerreiro da luz (1997), Veronika decide morrer (1998), O demônio e a Srta. Prym (2000), etc.

"Aos magos ou feiticeiros está reservado "o lago que arde com fogo e enxofre, a saber a segunda morte" (Ap. 21:8). Comparando os textos de Atos 8.9-13; e 16.16-18, fica evidente que a magia ou a feitiçaria é encarada pela Igreja de Cristo como manifestação diabólica, passível de ser exorcizada.

"Sobre Deus e Paulo Coelho

"Paulo Coelho possui um conceito esotérico de Deus. A Bíblia diz:

"Deus é espírito (Jo 4.24; 2 Co 3.17); invisível (Cl 1.15);
imoral (1Tm 6.16) ; único (1 Tm 1.7); eterno (Sl 90.2); pessoal (Hb 1.1-3); criador (Gn 1.1); onipotente (Sl 91.1); onipresente (Sl 139.7-10); onisciente (Sl 139.1-4,Mt 10.30); infinito (Ap 23.13); imutável (Tg 1.17); santo (Ap 4.8); justo (Sl 119.137;145.17); amoroso (1Jo 4.16; Jo 3.16).

"Se você não sabe o que fazer com livros sobre magia, leia At 19.19. Basta preciptá-los para o lugar de onde vieram."

(Fonte: Ferramenta - O perigo oculto em livros heréticos,Transcultural Editora,p.30, Campinas - São Paulo - Brasil.)

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

O mais forte - Jesus venceu a morte

Dizem que o ferro é forte... Mas vem o fogo e derrete o ferro. Dizem que o fogo é forte... Mas vem a água e apaga o fogo. Dizem que a água é forte... Mas vem o sol e evapora a água e seca a água. Dizem que o sol é forte... Mas vem a nuvem e cobre o sol. Dizem que a nuvem é forte... Mas vem o vento e leva a nuvem. Dizem que vento é forte... Mas vem a montanha e detém o vento. Dizem que a montanha é forte... Mas vem o homem de maneira tecnológica e destrói a montanha. Dizem que o homem é forte... Mas vem a morte a qual não avisa a sua chegada e mata o homem independente de sua raça, status, posição , crença e ideologia e mata o homem. Dizem que a morte é forte... Entretanto, Jesus Cristo, o Filho do Deus Vivo veio e destruiu o império da morte ao ressuscitar ao terceiro dia e nos garante a vitória sobre o pecado, o mundo, o Diabo e a morte.
Só a Deus seja a glória.