quinta-feira, 30 de outubro de 2014

PRINCÍPIOS PARA UM VERDADEIRO AVIVAMENTO - Reflexão

           Inicio nossa reflexão com uma declaração feita por um (a) adorador (a) do ano 800 d.C. chamado (a) Rabia: "Se eu te adorar por medo do Inferno, queima-me no Inferno. Se eu te adorar  pelo Paraíso, exclua-me do Paraíso.  Mas se eu te adorar pelo que tu és, não esconda de mim a tua face."
"... e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra (2 Crônicas 7.14).
Santidade, Caráter,  - e infelizmente esta atitude tem retardado o genuíno avivamento. Sigamos o exemplo de Davi que prontamente atendeu ao pedido do Pai da glória :  "Quando tu disseste: 'Buscai o meu rosto,  o meu coração te disse a ti:' "O teu rosto Senhor, buscarei."  Não escondas de mim a tua  face e não rejeites ao teu servo com ira; tu foste a minha ajuda; não me deixes, nem me desampares, ó Deus da minha salvação." ( O grifo é nosso).
         Temos orado para que o Pai continue a encontrar nesta geração os verdadeiros adoradores que o adorem em espírito e em verdade.  Concluo nossa reflexão deixando as palavras proféticas do Salmo 24.6: "Esta é a geração daqueles que buscam, daqueles que buscam a tua face , ó Deus de Jáco."      Por Sandro Gomes de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário