sexta-feira, 26 de abril de 2013

Precisamos Novamente de Homens de Deus - Reflexão


  

  
  Por A. W. Tozer
  
A Igreja, neste momento, precisa de homens, o tipo certo de
  
homens, homens ousados.
Afirma-se que necessitamos de avivamento e de um novo movimento do Espírito; Deus, sabe que precisamos de ambas as coisas. Entretanto, Ele não haverá de avivar ratinhos. Não encherá coelhos com seu Espírito Santo.
  
A igreja suspira por homens que se consideram sacrificáveis na
  
batalha da alma, homens que não podem ser amedrontados pelas ameaças de morte, porque já morreram para as seduções deste mundo. Tais homens estarão livres das compulsões que controlam os homens mais fracos.
  
Não serão forçados a fazer as coisas pelo constrangimento das circunstâncias; sua única compulsão virá do íntimo e do
alto.
  
Esse tipo de liberdade é necessária, se queremos ter novamente, em nossos púlpitos, pregadores cheios de poder, ao invés de mascotes.
  
Esses homens livres servirão a Deus e à humanidade através de motivações elevadas demais, para serem compreendidas pelo grande número de religiosos que hoje entram e saem do santuário. Esse homens jamais tomarão decisões motivados pelo medo, não seguirão nenhum caminho impulsionados pelo desejo de agradar, não ministrarão por causa de condições financeiras, jamais realizarão qualquer ato religioso por simples
  
costume; nem permitirão a si mesmos serem influenciados
pelo amor à publicidade ou pelo desejo por boa reputação.
_________

Nenhum comentário:

Postar um comentário