sexta-feira, 16 de maio de 2014

Um Apologista Cristão Notável: C. S. Lewis - Por Ted Cabal

       Clive Staples Lewis  (1898 - 1963) teve uma respeitável carreira em Oxford e Cambridge. Ele também foi um notável crítico literário e autor de ficção científica e literatura infantil  (incluindo as Crônicas de Nárnia).  Além disto, Lewis foi, provavelmente, o mais influente apologista cristão do século XX . O que é notável é que ele foi um ateu convicto, até a sua conversão a Cristo, em 1929.
       Lewis escreveu várias importantes obras apologéticas, tais como Milagres, O Problema do Sofrimento, God in the Dock, e A Abolição do Homem.  Na sua mais famosa obra, Cristianismo Puro e Simples, Lewis apresentou  poderosos argumentos em favor da verdade da fé cristã.  Divulgado originalmente por meio de várias transmissões da BBC, durante a Segunda Guerra Mundial, Cristianismo Puro e Simples observa que até mesmo as  pessoas que negam o certo e o errado objetivamente, não podem deixar de crer neles.  Além disto, as pessoas são incapazes de agir como um  modelo da lei moral que sabem que deveriam modelar. Lewis argumentou que esta lei moral, combinada com a incapacidade da humanidade de cumpri-la,  permite que o cristianismo comece a "falar".  O perdão que Deus oferece em Cristo faz sentido no mundo real.
       Lewis também mencionou que Jesus Cristo afirmou ser Deus, minando as noções populares de que Jesus era algo como um bom  professor.  Ou Ele era quem afirmava ser, ou era um mentiroso ou lunático.  Mas vida de Jesus não revela o caráter de um mentiroso nem a mentalidade de um lunático.  Lewis afirmou que a noção mais razoável sobre Jesus é a de que Ele é o Senhor.

Crédito: Bíblia de Estudo Defesa da Fé: questões reais, respostas precisas, fé solidificadas. Rio de Janeiro: CPAD, 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário