domingo, 19 de janeiro de 2014

AS DORES DE PARTO DE ELIAS - POR SANDRO GOMES

ELIAS,  UM HOMEM DE ORAÇÃO



“Subiu Acabe a comer e a beber, mas Elias subiu ao cume do Carmelo e, inclinando-se por terra, meteu o rosto entre os joelhos” (I Reis 18:42 ).

No versículo 2 do capítulo primeiro do livro de Gênesis está escrito que “o Espírito de Deus se movia sobre...”no original hebraico significa “chocava sobre”,isto é, o Espírito de Deus teve dores de parto sobre as trevas, chocou-as e uma grande renovação e restauração da terra ocorreu.É importante salientar que a pomba é um dos símbolos do Espírito Santo. Creio que é por isso que o texto original diz “chocava sobre”.

Assim como uma mulher oriental, prestes a dar luz a uma criança, põe o rosto entre os joelhos, semelhantemente o fez Elias; inclinando-se por terra, meteu o rosto entre os joelhos.

Acabe ao ser informado que o profeta havia ouvido ruído de abundante chuva, subiu a comer e a beber, mas Elias subiu ao cume do Carmelo com o objetivo de obter a segunda vitória neste monte; agora de joelhos, busca com fervor a resposta de suas orações.

A perseverança do Profeta

Uma das qualidades de Elias era a perseverança na oração. Tiago diz que Elias “orou com fervor para que não chovesse, e durante três anos e seis meses não choveu sobre a terra. E orou outra vez e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto” (Tiago 5.17,18). Infelizmente existem orações destituídas de fervor espiritual as quais necessitam de espiritualidade, e esta condição só adquirimos em íntima e perseverante comunhão com o amado Espírito Santo. Indubitavelmente, Elias foi provado ao ouvir os “seis nadas”, antes de receber o “sinal” de sua vitória.
“Disse ao seu moço: sobe, e olha para a banda do mar. E ele subiu, olhou e disse: Não há nada. Então disse Elias: volta lá sete vezes”.

Todos os personagens bíblicos que perseveram nas “sete vezes”, foram tremendamente aperfeiçoados na fé. Depois de “sete” mergulhos, Naamã, chefe do exército do rei da Síria foi curado de sua lepra (II Reis 5.14); no sétimo dia a cidade de Jericó foi rodeada sete vezes. E na sétima vez, ouvindo o povo o sonido da trombeta, deu um grande brado, e o muro caiu abaixo, e o povo subiu à cidade, cada qual em frente de si, e a tomaram (Josué 6.15,20). Pergunto ao leitor: você está pronto para conquistar sua cidade para Cristo? Mergulharia nas águas do Espírito Santo em humilhação? “E ouviria os seis nadas”, antes de ouvir o sinal de sua vitória?

Em nossa trajetória, inúmeras vezes nos deparamos com muralhas que surgem para nos deter ou mesmo nos fazer desistir de nossas metas. Entretanto, vejamos a seguir, o exemplo de Abrahão Lincoln  que aprendeu a ser perseverante na procura de suas metas:
·         Perdeu o trabalho em 1832
·         Fracassou como comerciante em 1833
·         Perdeu a esposa em 1835
·         Teve ataque de hipertensão em 1836
·         Foi eleito para o congresso em 1846
·         Perdeu a nomeação para o congresso em 1848
·         Perdeu a chance de participação nas eleições para o senado em 1854
·         Perdeu a nomeação para vice presidente em 1856

E...finalmente foi eleito presidente dos Estados Unidos da América em 1860.
Veremos ainda alguns exemplos de perseverança por parte de abnegados missionários do Senhor Jesus, citados por A.J. Gordon:
“Foram preciosos sete anos de trabalho”:
Para que Carey conseguisse batizar o 1º convertido na Índia.
Para que Judson conquistasse o 1º discípulo na Birmânia.
Para que Morrison levasse a Cristo o primeiro chinês.
Para que Moffat visse as primeiras evidências da operação do Espírito Santo no local onde trabalhava na África.
Para que Henry Richards ganhasse o 1º convertido em “Banza Manteka”.

Abordamos anteriormente que o nosso Deus é quem nos dá sinais de vitória .Porém existem inúmeros cristãos que desanimaram em suas vidas de oração, e não assumiram a postura de Daniel, que não cessou de orar até obter plenamente a resposta de Deus. Infelizmente nem todos os que se dizem cristãos, possuem a firmeza de caráter de Elias e Daniel, homens que não obstante se destacaram perante os governantes em eminência em suas gerações não se contaminaram com o “sistema”, mas foram firmes em seus propósitos ministeriais. É lamentável presenciarmos em nossa geração aqueles que se dizem servos de Deus, vendendo-se por “pratos de lentilhas” que têm a finalidade de tirá-los do alvo eterno por coisas efêmeras nos governos transitórios.

Conta-se que em certa ocasião o reverendo Billy Graham, considerado o evangelista do século XX, foi convidado a concorrer a presidência dos Estados Unidos da América; depois que refletiu , respondeu esse veterano conselheiro da Casa Branca: “ Não posso descer de minha posição de Ministro do Evangelho”. Evidentemente não quero ir ao extremo e dizer que não existem servos de Deus vocacionados para a vida pública, contudo, o índice de líderes evangélicos que depois de engajarem-se no mundo político, se curvaram aos inescrupulosos, são estarrecedores. Acredito sem sombra de dúvidas que os tais não passariam por uma “CPI” do tipo da que investigou a vida pública do fiel profeta Daniel, no período do império Medo – Persa.
“Então o mesmo Daniel se distinguiu destes presidentes e sátrapas, porque nele havia um espírito excelente, e o rei pensava constituí-lo sobre todo o reino.Então os presidentes e os sátrapas procuravam achar ocasião contra Daniel a respeito do reino, mas não podiam achar ocasião ou culpa alguma , porque ele era fiel, e não se achava nele nenhum vício nem culpa”( Daniel 6.3,4)

Daniel,além de estadista, era sobretudo um servo de Deus que não se conformava com o sistema mundano de sua época.Onde estão os profetas de Deus da envergadura desses homens incompatíveis com o pecado ? Deus está a procura de verdadeiros intercessores que gemem ( lutem ) em agonia por nações , tribos, povos sem o conhecimento da verdade.
“Busquei entre eles um homem que levantasse o muro, e se pusesse na brecha perante mim por essa terra , para que eu não a destruísse, mas a ninguém achei”
( Ezequiel 22.30)

“Ele viu que não havia ninguém, e maravilhou-se de que não houvesse intercessor ; pelo que o seu próprio braço lhe trouxe a salvação , e a sua própria justiça o susteve.”( Isaías 59.16)

A oração intercessora é a alavanca que move a mão que sustenta o universo.A intercessão de João Knox mudou o quadro da Escócia: “Dá-me a Escócia senão eu morro!”A intercessão de João Wesley e dos seus companheiros salvou a Inglaterra de uma guerra civil.A rainha da Inglaterra declarou em certa ocasião: “ Eu temo mais a oração de George Muller do que um exército bem guarnecido”.Todos os reavivamentos foram gerados no útero da oração e nas dores de parto da intercessão.Percebemos como filhos de Deus que um glorioso reavivamento está eclodindo no cenário mundial, porém, para que a chuva desse avivamento desça é necessário pagarmos o “ preço das dores de parto”.

O apóstolo Paulo sabia muito bem o que era sentir dores de parto por uma região sem o evangelho de Cristo, ou por um indivíduo como foi o caso do escravo Onésimo.
“Ainda que tivésseis dez mil anos em Cristo, não teríeis, contudo, muitos pais, pois eu pelo evangelho vos gerei em Jesus Cristo”.( I Conríntios 4.15 ).

“Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós...” ( Gálatas 4.19 ).
“Peço-te por meu filho Onésimo, que gerei nas minhas prisões”.( Filemon 10).
A Bíblia cita dois textos que nos ensinam um pouco mais acerca do dever que temos de gerarmos filhos espirituais em Cristo Jesus.

“Vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã, e disse a Jacó: Dá-me filhos senão eu morro. Então se acendeu a ira de Jacó contra Raquel e disse: acaso estou eu no lugar de Deus que te impediu o fruto do teu ventre? Respondeu ela: eis aqui minha serva Bila; recebe-a por mulher , para que ela tenha filhos sobre os meus joelhos , e eu receba filhos por ela” ( Gênesis 30.1-3).

José habitou no Egito, ele e a casa de seu pai. Ele viveu cento e dez, e viu os filhos de Efraim , da terceira geração.Também os filhos de Maquir , filho de Manasses, nasceram sobre os joelhos de José”. ( Gênesis 50.22,23).

Pela Graça de Deus, pregava recentemente em um culto de jovens na Assembléia de Deus em Boston, cuja igreja é presidida pelo estimado pastor Ouriel de Jesus. Na conclusão da mensagem, declarei: Creia que através das dores de parto de tuas intercessões os teus amigos, familiares e parentes nascerão sobre os teus joelhos. Não desanime , mas interceda por eles com gemido inexprimíveis.Na semana seguinte, o jovem Sérgio Gondim, um novo convertido, que antes de aceitar a Jesus tocava no grupo Timbalada de Salvador, Bahia ,procurou-me e disse-me :”Pastor , pela manhã baseado na mensagem que ouvi no culto dos jovens , na noite anterior , liguei para a minha mãe e tive a feliz resposta – ela e minha irmã aceitaram a Jesus quando lhes fiz o apelo.
Diante desse testemunho que relatei acima, convido o amigo leitor a entregar-se à oração intercessória ajudado pelo Espírito Santo.
Creio que o Espírito de Deus levou Elias a sentir o quanto o pecado entristece o coração o coração do Deus Santo e verdadeiro.
Antes do 1º conflito no Monte Carmelo, Israel estva coxeando sobre dois pensamentos, mas o contexto bíblico nos revela que diante de Jeová existiam 7 mil joelhos que não se dobraram a Baal. Esses 7 mil joelhos são os fiéis que representam perfeitamente aqueles que continuamente oram por um reavivamento mundial, antes da iminente vinda do Senhor Jesus. Em cada nação, Deus está levantando servos sensíveis a voz do espírito santo, os quais estão clamando em prol de uma reforma radical no seio da Igreja de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. É constatado que geralmente a nossa geração de cristãos quase não ora, e são fracos no testemunho do Evangelho. Vemos quase “nada” de intercessão em nossos cultos. As nossas vigílias de oração foram transformadas em vigílias de cânticos não espirituais”: os nossos cultos com os seus programas extensos deixam quase ninguém, todavia, não devemos desanimar em virtude desses “nada”, pois o Senhor Deus em todos os tempos sempre contou com um remanescente fiel à Sua palavra. Faça como Elias, quando ouvir o primeiro “nada”, experimente fazer uma campanha de oração, e esteja pronto para ouvir os sinais de um avivamento em tua vida, na tua família, na tua cidade, em teu país, e até mesmo de proporções mundiais. A história nos mostra que os grandes avivamentos não começaram com milhares de pessoas, mas com um grupo pequeno que não concordou com mornidão no meio do povo de Deus, e resolveu iniciar um movimento de intercessão em prol da evangelização mundial. Eu louvo a Deus por ver indícios de um grande despertamento espiritual no meu país. Fiquei  sabendo aqui nos Estados Unidos, país onde escrevo o 4º capítulo deste livro, e confirmei através do manual de intercessão mundial, escrito pelo doutor Patrich Johnstone, que a população da Guatemala possui atualmente mais de 50% de evangélicos. Dados de 1995 já comprovaram que a Guatemala poderia ser o País da América Latina a ter a maioria evangélica. Devemos louvar a Deus pelo despertamento espiritual também na Coréia do Sul, e a evidente obra do Espírito Santo. Patrich Johnstone apresenta-nos um sintético quadro vitorioso:
1.       A primeira igreja protestante foi estabelecida em 1884. no centenário em 1984 haviam perto de 30.000 igrejas.
2.       A Capital Seul, é quase 40% cristã, com mais de 7.000 igrejas, e também sede de 10 das 20 maiores congregações do mundo.
3.       A maior congregação (Igreja Central do Evangelho Pleno), e as maiores congregações presbiterianas e metodistas estão ali.
4.       A maior campanha evangelística (por Billy Graham, 1973).
5.       A maior mobilização cristã (CCC, explo.74, Cruzada Mundial de Evangelização em 80) com 2.700.000 assistindo as reuniões.
6.       A maior reunião do batismo desde o pentecoste (65% do exército agora cristão).
7.       Os maiores seminários teológicos do mundo.
Nota do autor: as reuniões de orações diárias na madrugada com grande assistência são uma notável característica. Como resultado mais de 20 igrejas são estabelecidas todos os dias, e o evangelho se infiltrou em todas as áreas da sociedade.

Sinais de um Avivamento

            “A sétima vez, disse: levanta-se do mar uma nuvem, de tamanho a mão de um homem. Então disse: sobe e diz a Acabe: aparelha o teu carro, e desce, para que a chuva não te apanhe”(I Reis 18.44)
            O texto em apreço revela um pequeno sinal de chuva, visto pelo jovem assistente de Elias. A Bíblia diz que não devemos desprezar o dia das coisas pequenas (Zacarias 4.10). Moisés tinha apenas uma vara, mas com ela Deus abalou o Império Egípcio com grandes sinais e maravilhas. A queda do Muro de Berlim, em novembro de 1989, dando início a derrubada do comunismo na ex-URSS, para alguns pode ter sido um pequeno sinal, porém, através dessa queda, muitas portas foram abertas para pregação do evangelho do Senhor Jesus. Humanamente falando era impossível suplantar o comunismo na Rússia, entretanto, em 1986, Gorbatchov inicia as reformas político-econômicas denominada Perestroika (reconstrução). Porém, essa reconstrução não conseguiu reerguer a Rússia economicamente. Foi assim que em 1991, o nascedouro do comunismo tem seu sistema anulado por decreto, caindo na ilegalidade. A estátua do pai do comunismo caiu por terra, a bandeira do regime foi danificada e os comunistas que outrora perseguiam os cristãos, passaram a ser perseguidos.
            Joaquim do Cerro Guerreiro, experiente missionário de Portugal, em colônias portuguesas, residente em Johanesburgo, África do Sul, diz que a Queda do Muro de Berlim foi mais uma utopia humanista, como no sonho de Hitler, que se desfaz em espuma ante os duros fatos da realidade – o homem sem Deus nada pode.
            Atualmente, permanecemos com nosso grande desafio – conquistar o mundo muçulmano que já passou de 1 bilhão de adeptos. Mas em meio aos grandes desafios, ouvimos a sublime voz do amoroso Deus:”Aquém enviarei, e quem há de ir por nós?” (Isaias 6.7).
            A igreja do 1º século não passava de um grupo pequeno em relação ao vasto Império Romano, composto de 250 milhões de habitantes. Porém, em menos de 40 anos o evangelho já estava espalhado por todo o mundo conhecido dos primitivos cristãos. A história registra que já no 1º século encontravam-se milhares de cristãos espalhados por todo o vasto império. Veja o que Paulo afirma a igreja em Colossos no 1º século da Era Cristã.
            “Por causa da esperança que vos está reservada nos céus, da qual antes ouvistes pela palavra da verdade do evangelho, que já chegou a vós. Em todo o mundo este evangelho vai frutificando, como também entre vós, desde o dia em que ouvistes e conhecestes a graça de Deus em verdade. Se é que permaneceis fundados e firmes na fé, não vos deixando afastar da esperança do evangelho que ouvistes, o qual foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, fui feito Ministro.” (Colossenses 1.5,6,23).
            Amado leitor, o Espírito Santo te convida neste instante a sentires as aflições de Cristo por esse mundo perdido sem Deus e sem salvação. Assim como os netos de José nasceram sobre os seus joelhos no Egito, semelhante, através de tua intercessão no poder do Espírito Santo, terás o privilégio de ver nascer sobre os teus joelhos muitos filhos espirituais. Por conseguinte, os teus filhos espirituais gerarão outros, e então ocorrerá o mesmo que aconteceu com José, verás os filhos do teu filho espiritual da terceira geração. Isto é, quando ganhamos uma pessoa para Jesus e a discipulamos, automaticamente através dessa vida que conquistamos, surgirão outras para o reino de Deus.
            O maior prazer de João Ryde, que conduziu 100 mil indianos a Cristo através de suas intercessões: o maior gozo de D.L Moody que conquistou para Cristo um milhão de almas, certamente é verem os seus filhos espirituais no dia do tribunal de Cristo.
            Concluo este capítulo deixando para você a seguinte pergunta: estás preparando para pagar o preço do avivamento?
            “Da mesma maneira também o Espírito ajuda as nosssas fraquezas. Não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.
            E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que intercede pelos santos” (Romanos 8.26,27).
            “ O aposento da oração! Que lugar abençoado!
            O Espírito paira sobre ele: pois todas as realizações da graça provém da ventre da oração.” – Harold Brokke.

Fonte:(4º Capitulo do livro A segunda vitória de Elias no Monte Carmelo de autoria do pastor Sandro Gomes).


           













Nenhum comentário:

Postar um comentário